Navegue pela Home do seu time
A estratégia de Belichick ao contratar Coleman

A estratégia de Belichick ao contratar Coleman

Brock oficial

Quando foi anunciada a dispensa de Corey Coleman do Buffalo Bills, após ser trocado pelo Cleveland Browns, muitos pensaram se tratar de mais um bust que a equipe de Ohio havia selecionado no Draft, afinal, ele foi a primeira escolha da equipe em 2016 (15° geral). Mas Bill Belichick pensa diferente, tanto que contratou o atleta nesta terça-feira.

E não é a primeira vez que Belichick faz isso desde que assumiu a franquia. Na verdade este movimento do treinador do Patriots já acontece há muitos anos. Se você olhar para o elenco atual da equipe de New England, vai perceber que fora Coleman existem mais cinco jogadores que saíram na primeira rodada, Adrian Clayborn, Phillip Dorsett, Stephon Gilmore, Cordarrelle Paterson e Danny Shelton.

O raciocínio de Bill Belichick é simples: aproveitar as melhores qualidades que fizeram destes atletas jogadores de primeira rodada do Draft. Coleman pode não estar na melhor fase da carreira, mas é melhor que Chad Hansen, por exemplo, que foi cortado após uma partida de temporada regular. Na verdade, Coleman não saiu do Browns por falta de qualidade (o Hard Knocks mostrou isso – foto), mas por confrontar seu treinador não achando justo ter perdido a posição de titular para um calouro.

0ap3000000947902_video_cp

Belichick a partir de agora vai se concentrar nos atributos únicos que fizeram de Coleman uma escolha de primeira rodada, entender porque não deu certo no Browns e no Bills e a partir disso utilizar estes atributos dentro do esquema de jogo da equipe. Se vai dar certo é uma incógnita, mas Belichick já tentou isso várias vezes, tendo sucesso em grande parte delas.

Randy Moss foi um destes casos, já que após de alguns anos produtivos ele decaiu muito quando atleta do Oakland Raiders. Em 2007, Belichick trouxe ele para a equipe e o resultado foram três anos ultrapassando as mil jardas, com destaque para seu ano de estreia, quando marcou nada menos que 23 touchdowns.

Outros jogadores que chegaram à equipe neste estado de “desacreditados” foram Michael Floyd, Barkevious Mingo e Chris Long, os dois últimos já com certa idade e que tiveram suas carreiras elevadas após jogarem no Patriots. Outro exemplo consistente desta estratégia de Belichick é Darrelle Revis, que depois de ser um dos melhores cornerbacks da história do rival New York Jets, foi trocado e esquecido no Tampa Bay Buccaneers.

Revis saiu de lá sem grande interesse das equipes, mas após se juntar ao Patriots deu uma nova alavancada na carreira. Terminou a temporada como campeão do Super Bowl, o que lhe colocou no caminho de ser um futuro Hall da Fama. Revis melhorou tanto, que após 2014 voltou para a equipe que o havia escolhido na primeira rodada (Jets), sendo o destaque defensivo da equipe em 2015.

Claro que tiveram jogadores de primeira rodada que não deram certo no Patriots, como Jonathan CooperJohnathan SullivanAlbert Haynesworth, no entanto não se assuste se nas próximas semanas você ver Coleman recebendo um passe de Tom Brady para touchdown, pois se existe alguém na NFL com o dom de reviver jogadores “esquecidos”, este alguém é Bill Belichick. 

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br .

TEST3

 

Posts Relacionados

Ainda invictos! Mesmo sem grandes alvos, e sofrendo com a pressão da defesa adversária, Tom Brady e os Patriots conquistam mais uma vitória, em excelente atuação da d...
A dinastia continua Por mais que o New England Patriots tenha ficado de fora do Super Bowl 50, está cada vez mais claro, que sem percalços como os da temporada passada, o...
Resumão da NFL – Quarta, 07 de março Abriu a agência livre e com ela oficialmente a temporada. Nós do Entre Jardas estamos vivendo isso desde o dia 6 de fevereiro e estamos - com toda a s...
Ele está de volta Para os fãs do New England Patriots quatro semanas duraram o equivalente há um ano, e mesmo com Jimmy Garoppolo dando show nas duas primeiras semanas,...
Dolphins e Bills lutam por vaga no wildcard em con... 2008. Este foi o último ano que algum time conseguiu superar o New England Patriots e ser campeão. Naquela temporada, Tom Brady sofreu um grave lesão ...
Steelers e Patriots devem vencer sem dificuldades Depois da atuação de Tom Brady e Ben Roethlisberger na última semana, suas equipes não devem enfrentar maiores dificuldades para vencer suas partidas....
Leopoldo Scremin

Leopoldo Scremin é jornalista com passagem por diversas plataformas de comunicação (rádio, jornais e televisão).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014