Navegue pela Home do seu time
As piores equipes de cada divisão

As piores equipes de cada divisão

Traktor EJ (2)

É sempre comum listarmos quem são os favoritos para vencer cada uma das oito divisões e chegar aos playoffs, mas decidimos fazer diferente. Hoje vamos listar as piores equipes de cada divisão e contaremos para vocês o porque da escolha. Vamos lá:

AFC Leste – Miami Dolphins

Adam Gase tem um desafio enorme com a equipe de Miami este ano. Depois de perder seu principal nome no ataque para o Cleveland Browns, Jarvis Landry, ele terá que arrumar a casa se quiser alcançar mais que as seis vitórias do ano passado. Na agência livre contratou pouco, mantendo a equipe com o mesmo estilo do ano passado.

O principal nome que chegou foi Josh Sitton, um dos melhores centers da liga. Também contratou Danny Amendola, que nem de perto chega ao nível de Landry. Ainda tem o ótimo Kenny Still e DeVante Parker, mas as corridas irão ficar a cargo de Kenian Drake e do veterano Frank Gore, além do calouro Kallen Ballage, escolha de quarta rodada este ano.

Com Ryan Tanehhill novamente são, a equipe deve dar uma última chance ao experiente quarterback, que desde que chegou a liga como oitava escolha geral do Draft 2012 nunca provou seu talento para ser titular de uma franquia. Para se ter uma ideia, o quarterback tem mais derrotas com a equipe que vitórias. Vale ressaltar que Tannehill jogou apenas oito partidas durante os últimos dois anos.

fl-sp-dolphins-kenyan-drake-20170814

AFC Oeste – Oakland Raiders:

Dois pontos são importantes para fazermos esta afirmação. O primeiro é que aquela equipe que venceu 12 na temporada de 2016 não existe mais. O segundo é que a equipe começou uma nova fase de transição, que deve demorar ao menos duas temporadas para se consolidar.

Quando falamos que a equipe de 2016 não existe mais englobamos tudo, desde a saída de Jack Del Rio, que fazia um grande trabalho na equipe até a perda de diversos atletas titulares. Com a chance de trazer Gruden de volta, Del Rio foi um pouco injustiçado, o que refletiu em alguns atletas. Antes, em 2017 já havia perdido muitos atletas daquela equipe, este ano perdeu Michael Crabtree, Marshall Newhouse e mais outros atletas de destaque, com o melhor de todos eles, Khalil Mack sendo negociado no último sábado.

Gruden trouxe Jordi Nelson, Doug Martin e mas alguns atletas interessantes, mas ficou claro que a equipe busca uma reestruturação. A tendência é que mais e mais jogadores vão sendo substituídos no próximo ano, visto que a equipe tem agora diversas escolhas extras no Draft e seu treinador recebeu um projeto para ser executado e 10 anos.

Não é uma equipe ruim, tendo chance de ganhar ao menos 7 partidas nesta temporada, mas está atrás de seus adversários de divisão.

AFC Norte – Cleveland Browns:

Não é porque o Browns contratou muito bem e que agora tem Jim Dorsey comandando o futuro da franquia que ele superará os adversários de uma hora para outra. mesmo porque – segundo os principais críticos de Cleveland – o “problema” continua com Hue Jackson sendo mantido no cargo.

A equipe trouxe Jarvis Landry, Carlos Hyde, TJ Carrie, Mychal Kendricks, Tyrod Taylor e mais uma infinidade de atletas, além claro de Baker Mayfield na primeira escolha geral do Draft 2018, porém até fazer a engrenagem funcionar demora um pouco. Já dissemos aqui que o Browns não fará uma campanha igual a dos últimos dois anos, mas é difícil dizer que a equipe é melhor que equipes consolidadas como Pittsburgh Steelers, Baltimore Ravens e Cincinnati Bengal, que mesmo não tendo ma boa temporada ano passado é melhor que a equipe de Cleveland.

browns-baker-rookie-camp

AFC Sul – Indianapolis Colts

Duas equipes demonstraram fraqueza na divisão na última temporada, ambas pelo problema da falta de um quarterback. Porém o Houston Texans tem total certeza que com a volta de Deshaun Watson seu jogo vai funcionar, diferente do Indianapolis Colts, que cada vez mais tem certeza que Andrew Luck não será mais o mesmo.

Além do problema de Luck, que teve que passar por um adequamento de sua mecânica de lançamento para conseguir voltar a jogar, a equipe tem poucos nomes de expressão em seu ataque. Destaque o reforço da linha ofensiva, uma vez que no Draft 2018 a equipe escolheu Quinton Nelson e Brandon Smith nas primeiras rodadas. Mas o corpo de corredores está escaço e os recebedores novamente são liderados por TY Hilton e Eric Ebron.

A equipe passa por reformulação e nesta era “pós-Chuck Pagano” os fãs do Colts ainda vão passar um pouco de “raiva” antes que a franquia volte ao seu rumo.

NFC Leste – Washington Redskins:

Em uma das divisões mais difíceis da NFL a equipe da capital americana teve uma perda irreparável: Kirk Cousins. O quarterback carregou o time nas costas nas últimas temporadas e agora, com um movimento rápido trazendo Alex Smith, o Redskins mudam um pouco seu estilo de jogo.

Com desfalques em seu elenco de corredores foi obrigado a contratar Adrian Peterson quase no fim da pré-temporada. Seu jogo aéreo também não está dos melhores, uma vez que os melhores nomes são os os tight ends Jordan Reed e Vernon Davis. A equipe não deve passar das sete vitórias da temporada passada, colocando em “check” o emprego de Jay Gruden.

Screen Shot 2017-11-24 at 14.19.38

NFC Oeste – Arizona Cardinals:

A defesa do Cardinals é boa, com nomes muito interessantes, mas a equipe perdeu alguns atletas importantes. Terá comandando o ataque ninguém menos que Sam Bradford, garantia de fortes emoções para os fãs da equipe. Além disso, os nomes de destaque são escaços e fica claro que Steve Wilks está preparando o futuro do time.

Deve ser a última temporada do futuro Hall da Fama Larry Fitzgerald, que é o grande nome do ataque do time ao lado de David Johnson e Jermaine Gresham, pouco para uma equipe que enfrentará Los Angeles Rams, Seattle Seahawks e San Francisco 49ers.

NFC Norte – Chicago Bears:

O Bears reforçou muito a equipe, inclusive anunciando Khalil Mack no último sábado. Mas ainda a equipe tem muito a provar para chegar no nível das outras equipes da divisão. Para se ter uma ideia, o Bears perdeu 20 das últimas 24 partidas contra os rivais de divisão, sendo “varrido” por todos no ano passado.

A defesa do Bears é muito forte, mas ainda sim é a pior equipe da NFC Norte.

usa_today_10458725.0

NFC Sul – Tampa Bay Buccaneers:

Sem chegar aos playoffs desde 2007, a equipe ainda perderá seu quarterback titular Jameis Winston pelas primeiras três partidas da temporada. Além disso, a equipe foi muito mal na temporada passada e o trabalho de Dirk Koetter vem sendo questionado, inclusive ele é um dos “favoritos” para perder o emprego no fim da temporada.

O elenco é bom, principalmente no corpo recebedor, que conta com Mike Evans, DeSean Jackson, Adam Humphries, Cameron Brate e Jordan Howard. Mas a equipe ainda não encaixou e é o time mais fraco desta divisão.

 

 

Posts Relacionados

Equipes fazem homenagem ao “Star War DayR... Se tem uma coisa que muitos fãs da NFL compartilham é a paixão por Star Wars. E hoje, dia 4 de maio é comemorado o Star Wars Day, data que surgiu em u...
Agência Livre: Os cinco melhores quarterbacks Menos de 30 dias para começar de verdade a temporada 2017-2018 da NFL, e nós aqui do Entre jardas já estamos empolgados. Claro que quem gosta de assis...
Aguayo se redime no último lance e dá vitória ao B... Ele foi a segunda escolha do Tampa Bay Buccaneers no Draft 2016 e causou surpresa em todos, afinal, não é normal uma equipe escolher um kicker na segu...
Os donos do Nordeste Não precisa ser um grande especialista para saber que o João Pessoa Espectros é um dos maiores times do Brasil. Fundada em 2007, a equipe paraibana ve...
Última chance Um dos jogadores mais polêmicos da última década está de volta. Josh Gordon finalmente se apresentou para os treinos com o Cleveland Browns neste ...
Estreantes demonstram força Quatro quarterbacks estrearam como titulares na primeira rodada da liga, e deles três venceram. O grande destaque foi o calouro Carson Wentz, que com ...
Leopoldo Scremin

Leopoldo Scremin é jornalista com passagem por diversas plataformas de comunicação (rádio, jornais e televisão).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014