Navegue pela Home do seu time
Conheça as cinco piores atuações de quarterbacks na história do Super Bowl

Conheça as cinco piores atuações de quarterbacks na história do Super Bowl

Seria injusto fazermos um ranking elegendo os 5 piores quarterbacks a jogar um Super Bowl, afinal, para chegar a grande final precisa mais do que nunca de méritos. Então decidimos ligar nosso NFL Game Pass e dar uma olhada nos vídeos, que  nos chamasse a atenção nós iríamos atrás dos números. E foi assim que esta lista foi elaborada, espero que gostem:

5° Posição – Ben Roethlisberger, Super Bowl XL:

FORD FIELD SEATTLE SEAHAWKS PITTSBURGH STEELERS

Começamos a lista com uma figura conhecida e que incrivelmente venceu este Super Bowl, nosso carismático Big Ben. O Pittsburgh Steelers enfrentava o Seattle Seahawks, que tinha campanha superior. Porém os Steelers tinham uma equipe muito boa, e confiavam no segundo ano de Big Ben como titular, porém na partida o “menino” Roethlisberger jogou muito mal.

No início ele até deu um passe bom para touchdown, mas no primeiro quarto ele não conseguiu nenhuma primeira descida, e o pior, estava 1/5 em passes. No segundo quarto Big Ben continuou na mesma, só entrando no jogo após ser interceptado pela primeira vez, e foi no segundo quarto sua única boa jogada, quando correu 1 jarda para touchdown. Depois foi uma tragédia.

Começou o segundo tempo e o que parecia um grande drive para Big Ben se tornou um pesadelo para os fãs do Steelers. O quarterback chegou até a linha de 17 jardas do campo de ataque mas foi interceptado por Kelly Herndon que atravessou o campo retornando a pick para touchdown e colocando a equipe de Seattle no jogo. No final o Steelers venceu, mas o passe de 43 jardas para touchdown que deu a vantagem necessária para a equipe de Pittsburgh voltar a controlar a partida não foi de Roethlisberger, mas de um recebedor, Antwaan Randle El.

Os números de Big Ben nessa edição de Super Bowl foram os seguintes: 9 passes completos em  21 tentativas para 123 jardas e 2 interceptações, fechando com um dos piores ratings da história do Super Bowl, com míseros 22, 6 pontos. Mereceu o quinto lugar.

4° Posição – Earl Morrall, Super Bowl III:

AC

O Baltimore Colts era tão favorito, mais tão favorito que conseguiu o “milagre” de perder para o New York Jets. E 80% da culpa foi do quarterback Earl Morrall, considerado um dos melhores da época, inclusive vencendo a edição de número V. Mas voltando a edição de n° 3, Morrall foi interceptado por três vezes, e o mais “bisonho”, completou apenas seis passes. Teve 17 tentativas de passe conseguiu apenas 71 jardas, e em dois lances capitais ele deu a famosa “entregada”.

No primeiro o Colts estava na linha de 2 jardas do campo do Jets, e Morrall foi interceptado. Depois, próximo do touchdown novamente, ele tentou uma flea flicker com seu running back, e mesmo com dois jogadores livres, lançou mais uma interceptação, tudo isso no primeiro tempo. Ele foi tão mal que Dan Shula, na época técnico da equipe o tirou de campo antes do fim do terceiro quarto para colocar Johnny Unitas, que estava contundido. O Jets venceu por 16 a 7.

3° Posição – Kerry Collins, Super Bowl XXXV:

COLLINS

O Baltimore tinha uma defesa poderosa quando venceu esta edição de Super Bowl, mas não para que Collins jogasse para apenas 112 jardas e 4 interceptações. A atuação do quarterback do Giants foi tão ridícula, que ele terminou a partida completando apenas 15 dos 39 passes e com um rating – pasmem – de 7,1 pontos! Nem precisamos pesquisar a fundo para elege-lo.

2° Posição – Tony Eason, Super Bowl XX:

AE

Na primeira vez que o New England Patriots chegou ao Super Bowl levou uma “sapatada” do Chicago Bears, e um recorde em questão ficou na história. A quantidade de passes completados pelo quarterback de New England: Nenhum!

Ele não jogou a partida inteira, pois saiu machucado no primeiro tempo, mas antes disso tentou por seis vezes e três drives diferentes passar a bola sem sucesso. Quer que a situação piore? Ele ainda sofreu um fumble. O Bears venceu por 46 a 10 em uma partida que o Patriots começou vencendo. Eason entrou para a história do Super Bowl como único quarterback titular da história a não completar um passe no Super Bowl.

1° Posição: Rich Gannon,  Super Bowl XXXVII:

AF

Lembram quando Ryan Fitzpatrick jogou seis interceptações contra o Chiefs e perdeu o emprego? Então, era temporada regular. Agora imagine um quarterback lançar cinco interceptações em um Super Bowl. Achou pouco? Então vamos refazer a frase: “Imagine um quarterback lançar cinco passes para interceptação e três delas serem retornadas para touchdown”. Nem precisamos ver os números, não é mesmo? E olha que Gannon comandava o melhor ataque da liga. O Raiders perderam por 48 a 21 para o Tampa Bay Buccaneers em uma das partidas mais lembradas da história, exatamente por sua péssima atuação. Leva que o troféu é seu Gannon!

Seus números foram de 24 passes completos em 44 tentativas para 2 touchdowns, 5 interceptações e 5 sacks, Seu rating final foi de 48,9 pontos e em uma tentativa de corrida ele ainda sofreu um fumble. Leva que o troféu é seu Gannon!

Posts Relacionados

Ramsey solta “metralhadora de críticas”... Depois de ser suspenso por uma semana por confusão em um treino do Jacksonville Jaguars, o cornerback Jalen Ramsey está novamente na capa dos tabl...
O maior perdedor da história Um primeiro tempo humilhante e um terceiro quarto com diferença de 25 pontos. O Atlanta Falcons fez seu melhor jogo desde a fundação e tinha tudo para...
White, Hightower, Edelman e Flowers, os heróis do ... As capas dos jornais, sites e periódicos de esportes hoje emplacaram fotos de Tom Brady erguendo o troféu, e com sua escolha como MVP da partida as "m...
Matt Ryan vai ganhar contrato novo Ele foi o líder de jardas da temporada, liderou o melhor ataque da competição e ainda é favorito para a eleição como MVP. Nada mais justo Matt Ryan ga...
Milhares vão as ruas para apoiar o Falcons, assist... Aos gritos de "estamos prontos", milhares de fãs do Atlanta Falcons foram às ruas próximas da Atlantic Station, em Midletow para apoiar a equipe que e...
Roger Goodell: “Seria uma honra entregar o t... Depois de uma batalha desgastante na justiça contra Tom Brady, o comissário da NFL Roger Goodell parece ter deixado o capítulo para trás. Em entrevist...
Leopoldo Scremin

Leopoldo Scremin é jornalista com passagem por diversas plataformas de comunicação (rádio, jornais e televisão).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014