Navegue pela Home do seu time
Dois jogadores protestam durante hino: “Continue lutando”

Dois jogadores protestam durante hino: “Continue lutando”

Os protestos iniciados pelo quarterback Colin Kaepernick na pré-temporada passada e que se estenderam pela temporada seguem fazendo parte da NFL. Durante os jogos no final de semana, dois jogadores se sentaram no momento da execução do hino nacional em protesto. O running back Marshawn Lynch do Oakland Raiders e o defensive end Michael Bennett do Seattle Seahawks protestaram.

Protestando contra o racismo e o preconceito no país, Kaepernick iniciou uma série de manifestações de muitos jogadores durante a última temporada. Mas as suas posições políticas estão claramente impedindo que o quarterback consiga uma equipe para atuar. No entanto, alguns jogadores seguem protestando.

Foi o caso do running back Marshawn Lynch dos Raiders e do defensive end Michael Bennett dos Seahawks. Lynch preferiu não falar a respeito da manifestação, mas ganhou o apoio do técnico Jack Del Rio. “Eu vou respeitá-lo como homem”, comentou o treinador.

Ao contrário de Lynch, Bennett falou sobre sua manifestação durante o jogo dos Seahawks. “Meu pai está no exército, eu amo cachorros quentes como qualquer americano, amo futebol como qualquer americano. Mas não amo a segregação, não amo motins ou opressões. Eu só que que as pessoas tenham a igualdade que merecem. E eu quero poder usar essa plataforma para pressionar continuamente essa mensagem”, afirmou Bennett à ESPN americana.

Na temporada passada, o defensive end foi um defensor claro das manifestações de Colin Kaepernick e aparentemente ele não pretende recuar. “Estou sendo vulnerável agora. Há um monte de pessoas sentadas em casa agora me julgando, mas nunca chegarão a esse ponto onde elas se tornam vulneráveis. Deixe as pessoas me atacarem porque não acreditam no que eu acredito, mas no final do dia, estou sendo vulnerável a mostrar a cada pessoa que não importa o que você acredita, continue lutando por isso. Continue lutando pela igualdade. Continue lutando por pessoas oprimidas. E continue tentando mudar a sociedade”, declarou Michael Bennett.

Encontrando dificuldades para assinar contrato com uma nova equipe por conta de suas posições políticas, Kaepernick não tem presença garantida na NFL nesta temporada. Embora ele já tenha declarado por meio de representantes que não planeja protestar durante o hino, outros jogadores poderão seguir fazendo o seu papel.

Posts Relacionados

Seahawks contratam escolha de primeira rodada ex-E... O Seattle Seahawks está reforçando ainda mais a sua defesa. A equipe conta com a chegada de um defensive end de primeira rodada de draft que foi liber...
I’m Still Alive Após vitória contra Dallas, Seahawks mostram que há vida no futebol da terra de Pearl Jam Levando nas costas a missão de sair da péssima posição de...
Melhores running backs ainda não assinaram Não está fácil ser um running back na agência livre este ano. Com muitos nomes bons no Draft 2017, as principais estrelas da liga que estão no mercado...
Running back dos Cardinals quer título do Super Bo... A motivação extra que David Johnson encontrou para a próxima temporada da NFL é nobre. O running back do Arizona Cardinals quer conquistar o título do...
Jeitão de playoffs Para uma equipe que venceu apenas três partidas na temporada passada, o Tennessee Titans está se superando. Com um ataque poderoso e uma defesa que a ...
Prova de fogo para o ataque do Raider Uma das grandes sensações desta primeira metade de temporada foi Derek Carr e o ataque do Oakland Raiders. Contando com Amari Cooper, Martavis Bryant ...
Redação Entre Jardas

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014