Navegue pela Home do seu time
Nova campanha da Nike traz prejuízo bilionário

Nova campanha da Nike traz prejuízo bilionário

Traktor EJ (2)

Quando Colin Kaepernick se negou a acompanhar o hino nacional americano em pé em uma partida da pré-temporada de 2016, ele queria chamar a atenção para as injustiças raciais dentro do seu país. E depois de declarar que “só voltaria a acompanhar o hino em pé quando a bandeira americana voltasse a representar a todos”, uma crise sem precedentes começava a ser criada.

Diversos atletas negros se uniram aos protestos, acompanhando o hino de joelhos e criando problemas entre a NFL e os donos de franquia, que não sabiam como agir. Ao final daquela temporada, muitos atletas que participaram dos protestos tiveram dificuldades em encontrar novas equipes, inclusive Kaepernick. Que até hoje está sem equipe, mesmo sendo muito superior a atletas empregados.

Servindo de combustível para a campanha do atual presidente americano, que abomina estes protestos, Kaepernick hoje processa a NFL por conluio, nada menos que uma “conspiração” para que nenhuma equipe o contratasse. O assunto havia “esfriado” até ontem, quando a Nike, empresa patrocinadora esportiva da liga lançou sua nova campanha com Kaepernick como a grande estrela.

“Acredite em algo. Mesmo que isso signifique sacrificar tudo.”

A campanha, segundo Gino Fisanotti, vice-presidente de marca da Nike para a América do Norte, quer alcançar uma nova geração de atletas com seu antigo slogan “Just do It”, que está voltando. Segundo Fisanotti, Kaepernick é uma grande bandeira do esporte, não só em campo quanto fora dele. 

“Acreditamos que Colin é um dos atletas mais inspiradores desta geração, que alavancou o poder do esporte para ajudar a levar o mundo adiante”, explicou Fisanotti. 

A campanha arriscada chamou a atenção por colocar em evidência um atleta que processa uma das suas maiores parceiras comerciais no mundo. As jerseys e produtos da NFL – apesar de chegar em escassez ao Brasil – movimentam centenas de milhões de dólares por ano à marca, que  é a patrocinadora esportiva oficial da liga. 

Porém, o que a marca não esperava é que a campanha em apenas um dia lhe rendesse um prejuízo bilionário! Assim como existem simpatizantes, também existem pessoas que não concordam com Kaepernick, acreditando que sua postura foi desrespeitosa. Logo após o anúncio a tag #NikeBoycott “viralizou” no Twitter, com os mais extremistas incentivando as pessoas a queimar seus tênis.

Com queda de 2,6% na Bolsa americana durante esta manhã, segundo a Rede CBS o prejuízo da marca já chega a U$ 3 bilhões apenas no dia de hoje. Como é uma ação para jovens é de se esperar que a Nike – corajosa em sua campanha – mantenha pelo menos por um mês, segundo analistas americanos antes de tirá-la de evidência. Mais uma vez Kaepernick “causando discórdia” nas redes sociais e chamando a atenção para sua causa.

 

MKC

 

Posts Relacionados

O pedido de desculpas de Manning Muitos tiveram o prazer de ver Peyton Manning jogando. Alguns começaram a assisti-lo em seus últimos anos em Denver, outros o viram em sua melhor époc...
Quando o Combine atrapalha uma carreira Depois de ser por duas vezes escolhido como um dos melhores jogadores de sua conferência do College, um calouro em especial chamou a atenção ao cair n...
Pronto para ser referência O treinador do Chicago Bears deu uma grande notícia para os fãs da equipe na última sexta-feira: Kevin White, primeira escolha da equipe no Draft 2015...
Telvin Smith solta o verbo contra a equipe Imagine se um analista de futebol americano viesse a público e dissesse que pelo que viu nos treinos voluntários uma equipe iria fracassar. Seria um d...
Running Back titular do 49ers sofre lesão no ligam... A fase não está nada fácil para o jogo terrestre do San Francisco 49ers. Já havíamos falado aqui a respeito de diversas lesões no corpo de ataque ...
Shepard reclama de “tortura” de seu tr... O treinador do New York Giants, Ben McAdoo aproveitou a primeira reunião com seus atletas para "tortura-los". O relato e o motivo surgiram da entrevis...
Leopoldo Scremin

Leopoldo Scremin é jornalista com passagem por diversas plataformas de comunicação (rádio, jornais e televisão).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014