Navegue pela Home do seu time
Novo modelo é criado para avaliar linha ofensiva

Novo modelo é criado para avaliar linha ofensiva

anuncio_new_era_fundo

Vocês já repararam como é difícil avaliar um jogador de linha ofensiva através das estatísticas? Normalmente você só encontra o número de jogos e no máximo a quantidade de snaps que ele participou. Quando aparecem tackles e fumbles recuperados, normalmente são frutos de um turnover do ataque. Enfim, não tinha como avaliar precisamente um jogador de linha ofensiva através de números.

Pois bem, eis que agora as coisas estão mudando. A ESPN Analytics criou uma nova forma e avaliar os “grandalhões”. Em parceria com a NFL Next Gen Stats, que possuem dados de rastreamento dos atletas em campo, a nova métrica irá avaliar como um jogador consegue sustentar seu bloqueio dentro de 2,5 segundos. Isso mesmo, a partir de agora teremos uma estatística individual para os OLs.

Também dirá quem ele está bloqueando na jogada, se a pressão vem dos lados ou pelo meio e traçará uma média que pode definir quem é o melhor bloqueador da liga. Esta métrica também será usada de maneira invertida para avaliar os pass-rushers. Ela pode ser utilizada em parceria com outro sistema de medição, que é o tempo no pocket.

Ali estará explicado se o quarterback lançou a bola mais rápido por realmente sofrer uma pressão ou se a leitura foi rápida, o que não é feito com exatidão até hoje. Com esta nova estatística poderemos saber quem deixou o defensor passar para a pressão, se realmente isso aconteceu e em que momento da jogada. 

Além disso, será fundamental para a avaliação do ataque de uma determinada equipe. O exemplo mais claro é o Los Angeles Rams, que tem creditado em Sean McVay, Jared Goff e Todd Gurley todo o seu sucesso. Mas segundo a nova métrica, sua linha ofensiva tem um aproveitamento absurdo, com três jogadores liderando as métricas individuais.

Sem título

Rob Havenstein lidera com 110 snaps e 96% de aproveitamento em seus bloqueios no período de 2,5 segundos. Isso quer dizer que o defensor que ele bloqueou durante as jogadas só bateu sua marcação em 4% das vezes. Em segundo está Andrew Whitworth e em terceiro John Sullivan, ambos que chegaram em 2017. Isso mostra que a linha ofensiva do Rams está fazendo a diferença no ataque da equipe.

Enfim, mais um modelo para podermos avaliar os times, tanto após as jogadas quanto após a partida, mostrando uma taxa de sustentabilidade da linha ofensiva perante o tempo. Para quem gosta de análises é um prato cheio e a novidade já estará disponível esta semana no site da ESPN Americana.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br .

TEST3

Posts Relacionados

Declaração de CEO põe cargo de Joseph em risco Quando Joe Ellis, CEO do Denver Broncos declarou na semana passada seu apoio ao treinador da equipe, Vance Joseph, nas entrelinhas estava claro qu...
Rating perfeito: O que é e quem são os notáveis a ... Quem acompanhou a partida de ontem entre Los Angeles Rams e Minnesota Vikings ouviu muito os narradores falarem sobre o rating perfeito. Se você e...
Jets leu “legalmente” as chamadas de S... Ser interceptado por quatro vezes na mesma partida não é algo normal, principalmente quando você é um quarterack "top 10" da NFL. Mas aconteceu na...
A troca de Hyde não foi uma loucura Que diria que uma equipe 1-31 nas últimas duas temporadas se daria ao luxo de trocar um corredor de mil jardas por uma simples quinta rodada de Dr...
Broncos perde atleta pelo resto da temporada Quando um atleta se lesiona durante uma partida é difícil, mas se isso acontece em uma treinamento é ainda mais doloroso. Principalmente se é uma ...
Dez fatos relevantes sobre Giants vs Eagles O Philadelphia Eagles se impôs dentro do MetLife Sttadium, em New Jersey e venceu o New York Giants na noite de ontem. A vitória por 34 a 13 demon...
Leopoldo Scremin

Leopoldo Scremin é jornalista com passagem por diversas plataformas de comunicação (rádio, jornais e televisão).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014