Navegue pela Home do seu time
Pai de Brady ofende comissário Goodell

Pai de Brady ofende comissário Goodell

Mentiroso, leviano, e um homem sem ética. Estes foram alguns dos adjetivos que o pai de Tom Brady utilizou para classificar o comissário da NFL, Roger Goodell, em entrevista a uma rádio de San Francisco. Como todo pai, Tom Brady Sir não escondeu as mágoas que guarda do comissário pela “caça às bruxas” de Goodell contra seu filho no caso do Deflategate, e com a proximidade do Super Bowl e a possibilidade de Brady e Goodell se encontrarem no pódio, o assunto deve se tornar cada vez mais recorrente.

“Foi em uma caça às bruxas e ele teve que mentir de várias maneiras para conseguir punir Tommy”, disse o pai de Brady sobre a postura do comissário e principal mandatário da NFL. “A realidade é que Tommy nunca foi suspenso por esvaziar bolas. Ele foi suspenso porque o tribunal disse que ele poderia ter feito, sem provas, e Roger Goodell queria provar que ele poderia punir qualquer jogador por qualquer motivo. Foi isso que aconteceu. A NFL admitiu que eles não tinham nenhuma prova contra ele.”

Pouco antes da entrevista, em Foxboro, Brady foi perguntado a respeito do assunto e se Goodell era uma motivação em especial, mas o quarterback tetra campeão do Super Bowl deixou claro que não, e suas únicas motivações eram sua família e seus companheiros. Porém o pai de Brady não poupou o comissário, dizendo que além de não ter ética era um mentiroso.

“Deve ser uma honra entregar o troféu ao meu filho”, se referindo a entrevista de Goodell no início da semana. “Porque alguém que tem a ética de Roger Goodell não está no mesmo estágio que Tom Brady. Goodell mentiu constantemente sobre o assunto, e isto é altamente preocupante.”

ab

Questionado pelos radialistas se aquilo era a palavra de um observador ou um pai, Brady Sir deixou claro que o ressentimento aflora principalmente por ter acontecido com seu filho, mas que se fosse com o filho de qualquer outra pessoa ele também estaria ao lado da “vítima”.

“Quando acontece com seu filho, é um contexto totalmente diferente – ou com a sua filha ou qualquer um de seus filhos”, ele disse. “Acho que qualquer pai entende isso. Eles preferem levar pedradas e flechadas no coração do que ver seus filhos levando. Porém se fosse filho de qualquer outra pessoa estaria ao lado deles, pois ficou claro que foi uma grande injustiça a punição de Tommy”.

“Tommy” e o New England Patriots enfrentam o Atlanta Falcons no próximo dia 05 de fevereiro no NRG Stadium, em Houston, pelo Super Bowl LI, e você pode acompanhar todos os detalhes aqui no Entre Jardas.

 

Posts Relacionados

O time dos sonhos Com um ataque que já marcou 249 pontos em apenas sete jogos, o New England Patriots enche os olhos de quem realmente gosta de futebol americano! V...
Surgem dúvidas sobre concussão de Brady Vocês que nos acompanham - e estão sempre bem informados - sabem que ontem tivemos uma grande polêmica após a modelo Gisele Bundchen, esposa de Tom Br...
Para sair da fila Depois de perder um Super Bowl nos últimos segundos para o New England Patriots, uma das franquias mais novas da liga agora vai em busca da glória. ...
Tom Brady é o primeiro quarterback a passar das 10... Em toda a sua carreira o quarterback Tom Brady só foi o líder de jardas passadas na NFL duas vezes. A última delas foi há 10 anos, na temporada 2007. ...
Defesa dos Patriots estabelece recorde negativo hi... O New England Patriots venceu o Tampa Bay Buccaneers na noite dessa quinta-feira (5) pela Semana 5 da NFL. No entanto, a defesa dos Patriots estabelec...
Quarterback inspirado e forte defesa levam Texans ... O Houston Texans recebeu o New England Patriots nesse sábado (19) pela Semana 2 da pré-temporada e não quis nem saber se o time adversário contaria ou...
Leopoldo Scremin

Leopoldo Scremin é jornalista com passagem por diversas plataformas de comunicação (rádio, jornais e televisão).

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014