Navegue pela Home do seu time
“Crise” esclarecida!

“Crise” esclarecida!

Brock oficial

Uma declaração no fim da tarde de hoje deixou todos os fãs do Pittsburgh Steelers mais tranquilos. Após Antonio Brown ter um tweet seu repercutido negativamente, o recebedor que ganha U$ 17 milhões por ano faltou ao treino de ontem. E a “encrenca” estava sendo ventilada como maior, afinal, Brown havia discutido com seu coordenador ofensivo e sido flagrado pelas câmeras que transmitiam a derrota de seu time para o Kansas City Chiefs.

Em nota a Adam Shefter, insider americano, o agente de Antonio Brown esclareceu sua falta e ainda negou a possibilidade do atleta pedir para ser trocado. O agravante nesta história é a “não assinatura” da franchise tag por Le’Veon Bell. Se o Steelers também perdesse Antonio Brown seria uma catástrofe. Estava se criando um clima muito ruim no Steelers e este comunicado serviu para acalmar tudo.

“O tweet de ontem não se referia a nada além de Antonio respondendo a uma pessoa que ele conhece”, disse Drew Rosenhaus, agente de Brown. “Não foi dirigido para uma troca ou querer ser negociado. Foi uma resposta pessoal a um ex-funcionário do Steelers que o insultou. Qualquer ideia ou notícia em que ele estava pedindo por uma negociação não é precisa. Em segundo lugar, ontem ele tinha uma questão pessoal. Conversei com a equipe sobre isso, a questão não tinha relação com o tweet ou com o relacionamento dele com a equipe. Em terceiro lugar, qualquer coisa que você vê entre a AB e os técnicos, tem um impulso incrível para vencer. Ele só quer ganhar. Isso não é nada mais do que ele encorajar seus treinadores e companheiros de equipe a vencerem, qualquer menção ou especulação ao contrário pode ser descartada. Esta é uma história que não existe e foi noticiada fora de proporção. Podemos acabar com isso aqui e agora “.

C1CyFPbWQAE8Xv7

Obviamente repercutiu esta falta divulgada e o treinador Mike Tomlin foi procurado para dar explicações. Tranquilo, ele disse que iria visitar Antonio Brown na noite de hoje e conversar com o atleta. Perguntado se “AB” queria uma troca, ele afirmou:“Não”.

“Estou ansioso para visitá-lo hoje e discutir a ausência e outras coisas”, disse Tomlin. “Eu não vou entrar nos detalhes de por que ele não estava aqui ou se ele está ou não desculpado. Eu apenas vou deixar essas coisas internamente. Eu entendo que às vezes tem alguma negatividade. Perdemos um jogo. Houve algumas falas trocadas negativamente na linha lateral. Isso é frustrante, associado a não jogar bem e não ganhar.”

Antonio Brown deve continuar sua preparação para a partida do Monday Night Football, em Tampa contra o Buccaneers. O jogo é de suma importância para o Steelers, que há muitos anos não começa uma temporada 0-3. Mike Tomlin falou a respeito disso, deixando para trás o assunto “AB”.

“Estou focado em coisas legítimas reais. Reais”, disse Tomlin. Nós perdemos jogos fazendo grandes jogadas. Estamos jogando com uma equipe que é capaz ser grande. Nós não ganhamos um jogo ainda. Essas são as coisas reais. É sobre isso que trataremos a partir de agora.”

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br .

TEST3

 

Antonio Brown no Twitter: “Me troque, vamos descobrir”

Antonio Brown no Twitter: “Me troque, vamos descobrir”

Brock oficial

Depois de uma derrota “pesada” para o Kansas City Chiefs dentro de casa, Antonio Brown respondeu via Twitter um ex-funcionário da equipe de uma maneira que chamou a atenção de todos. Questionado a respeito de sua capacidade dentro de campo ele não poupou palavras para dizer: “Me troque, vamos descobrir”.

A resposta foi endereçada a Ryan Scarpino, que trabalhou na equipe de 2010 a 2017. Ele havia criticado Brown pouco antes dizendo entre outras coisas que “Brown havia dado sorte em cair numa equipe que conta com Ben Roethlisberger”. O texto do ex-funcionário, que estava presente no vestiário e convivia com os atletas quando estava na franquia foi este:

“AB precisa agradecer a sua sorte, porque ele foi convocado por um time que tinha Ben. E Ben tem ajudado AB. Você sabe muito bem que ele não colocaria esses números para outras equipes.”

A crítica veio após uma atuação do jogador, que recebeu nove bolas para 67 jardas na derrota de ontem (16). Além de jogar mal, Brown foi pego pelas câmeras discutindo com o coordenador ofensivo, Randy Fichtner na linha lateral. Após isso, ele e Brown foram filmados novamente, desta vez conversando sozinhos.

Brown não deu nenhuma declaração sobre o tweet, uma vez que ele não participou da entrevista coletiva. Mas o linebacker Bud Dupree veio a público defender seu companheiro de equipe.

“Você sabe como é a AB, especialmente depois de uma derrota como essa”, disse Dupree. “Os caras vão dizer coisas. Ele só quer ajudar o time a ganhar o máximo que puder. Sabemos que ele estará pronto. Ele faz grandes coisas em campo. Ele sabe que sempre o apoiaremos.”

O assunto reacende uma crise que está se instaurando no Steelers, visivelmente está mais fraco que nas últimas temporadas. Na primeira partida do ano um empate com o Cleveland Browns já deixou muitos descontentes. Agora, depois de perder levando seis passes para touchdown, a equipe começa a se queistionar dentro de campo.

Vale lembrar que antes da estreia, quando grande parte da linha ofensiva veio a público questionar a decisão de Le’Veon Bell em não se apresentar a equipe, Brown foi o único que disse estar ao lado do corredor, que até agora deixou claro não ter interesse em assinar a franchise tag oferecida a ele. A próxima partida da equipe é no Monday Night Football, fora de casa contra o invicto Tampa Bay Buccaneers.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br .

A triste sina de torcer para o Browns

A triste sina de torcer para o Browns

Brock oficial

Você se lembra do que estava fazendo no dia 26 de dezembro de 2016? Nós também não, mas foi neste dia que o Cleveland Browns venceu sua última partida na NFL. Não, a equipe não acabou nem nada de mais aconteceu, apenas o time de Ohio nunca mais conseguiu vencer uma partida.

Naquele dia, chamado até hoje de “milagre de Natal”, o Browns se encaminhava para uma campanha sem nenhuma vitória e foi salvo pelo corredor Isaiah Crowell, hoje no New York Jets. Além dele, Robert Griffin III e a defesa da equipe apareceram muito, mas foi um lance de sorte que definiu a partida, quando Josh Lambo perdeu um field goal a 42 jardas da meta do Browns que levaria o Chargers ao empate.

Aquela partida foi tão surreal que a torcida comemorou como se fosse um título de divisão, mesmo sabendo que a derrota para o Pittsburgh Steelers  na última semana era quase que uma certeza e que a equipe iria terminar 1-15 na temporada. Mas em 2017 foi pior, quando os fãs do Browns não comemoraram nada, pois perderam todas as partidas e terminaram com o recorde de 0-16.

Fizemos esta introdução para falar sobre a partida de ontem, quando a equipe estreava um plantel renovado e pronto para dar alegrias ao povo de Cleveland. Em casa, o Browns recebeu o melhor time dos últimos anos da divisão, o Steelers e, como a esperança é o maior dom dos fãs da equipe, novamente o “sonho” da vitória habitava o FirstEnergy Stadium.

DSkh-ZFX4AAhw7O

Veio o início de jogo e a equipe interceptou por três vezes seu carrasco de outrora, Ben Roethlisberger. Mesmo assim o Browns permanecia atrás no placar. Tyrod Taylor fez uma estreia magnífica pela equipe, correndo para 77 jardas e marcando um belo touchdown, além de passar bela bola para Josh Gordon, que voltava à equipe para brilhar.

O Browns se recuperou de uma forma sensacional e conseguiu empatar a partida, levando a decisão para a prorrogação. Myles Garrett já tinha sido um monstro na defesa, assim como Denzel Ward. Jarvis Landry estreou recebendo mais de 100 jardas e Carlos Hyde também fez ótima estreia. O Browns estava dando seu máximo e mesmo assim ainda precisou contar com a sorte, quando Chris Boswell perdeu um fied goal que daria a vitória para o adversário.

O jogo era muito duro, porém mesmo tomando chuva o torcedor apoiou até o final. Mesmo quando o Steelers tinha um minuto no relógio e a chance de chegar a posição de field goal para vencer. Então surgiu Genard Avery, sozinho, para em um verdadeiro golpe em Big Ben fazê-lo soltar a bola e ver Joe Schobert correr com ela para a linha de 24 jardas do campo de ataque. Era gastar o relógio, chutar o field goal e comemorar.

As câmeras filmavam os torcedores do Browns insanos nas arquibancadas pulando e comemorando, afinal, seria a primeira vitória desde 26 de dezembro de 2016, na estreia da temporada e em cima do grande rival. Mas torcer para o Browns não é fácil, deve ser muito difícil na verdade, pois a tão sonhada vitória não veio. O field goal de Zane Gonzales foi bloqueado, trazendo mais uma decepção – dentre tantas – e adiando a tão sonhada vitória. No fim, um empate mais doloroso que uma derrota.

Quer comprar produtos originais da NFL? Acesse www.firstdown.com.br .

Traktor EJ (2)

 

 

 

Big Ben e Nate Peterman decepcionam na estreia

Big Ben e Nate Peterman decepcionam na estreia

Brock oficial

Dois quarterbacks que vivem situações completamente diferentes foram os grandes destaques negativos das partidas que começaram às 14 horas: Ben Roethlisberger e Nate Peternman. Um já está muito próximo da aposentadoria e é um contender para o Hall da Fama. O outro está começando sua caminhada na NFL, mas após uma estreia desastrosa no ano passado, novamente não deu sorte como titular de seu time.

Peterman e a derrota por 47 a 3: 

O placar elástico que o Buffalo Bills sofreu do Baltimore Ravens  não pode ser totalmente creditado ao quarterback, porém em grande parte ele ajudou, principalmente na ineficiência do ataque. O Bills não conseguiu nenhuma primeira descida no primeiro tempo inteiro. Em sua única chance de pontuar, após um fumble recuperado pela defesa, a equipe perdeu cinco jardas com um sack em Peterman e consequentemente a chance do field goal.

Peterman foi interceptado duas vezes, a primeira em um passe completamente fora da rota de seu recebedor sobrando limpa na mão do defensor adversário. A segunda foi até na rota certa, mas em uma péssima escolha, que acabou em um retorno até a linha de uma jarda do ataque do Ravens, posteriormente resultando em um touchdown.

Em três quartos atuando pelo Bills (Josh Allen entrou no final do terceiro período), ele completou apenas 5 dos 18 passes para miseras 24 jardas, somando um rating negativo e “entregando” a titularidade para Allen já na próxima partida.

NFL: Buffalo Bills at Baltimore Ravens

Big Ben soma 335 jardas e ainda sai como vilão: 

Ben Roethlisberger pode sim ser responsabilizado pelo empate da equipe – que poderia ter sido uma derrota – contra o Cleveland Browns, na tarde de hoje. Mesmo passando para o touchdown de Antonio Brown e lançando para 335 jardas, o quarterback do Pittsburgh Steelers foi interceptado por três vezes no primeiro tempo, além de sofrer dois fumbles, um deles quando a equipe estava próxima de marcar o field goal da vitória.

Big Ben foi interceptado pela primeira vez no primeiro quarto, mas no drive seguinte a equipe conseguiu um touchdown com James Conner, grande destaque da partida ao lado do defensor de Cleveland, Myles Garrett. Porém no drive seguinte veio nova interceptação, que mesmo não sendo aproveitada pelo Browns (punt) foi sucedida pela terceira. Isso mesmo, a sequência foi interceptação, touchdown, interceptação e interceptação.

O Browns reagiu após sua defesa forçar mais dois turnoevers, um em cima de Conner e outro com um fumble após sack em Big Ben. O adversário empatou o jogo e só não virou no último quarto graças a Cameron Sutton, que interceptou Tyrod Taylor em seu campo.

Na prorrogação, Roethlisberger ainda conseguiu colocar sua equipe na posição de 42 jardas para field goal, mas Chris Boswell errou. O Steelers parou o ataque do Browns e ainda teve o que seria a posse de bola da vitória, mas novamente Roethlisberger sofreu fumble, desta vez deixando o adversário com chances de marcar o field goal da vitória. Para a sorte do Steelers o field goal foi bloqueado por TJ Watt, sacramentando o empate.

Não foi um dia bom para Big Ben, que tem a chance de se recuperar em casa frente o Kansas City Chiefs. Já para Peterman deve ter sido sua última chance como titular da equipe, uma vez que a torcida do Bills fará pressão para ter o calouro Josh Allen como seu titular na semana 2.

Quer comprar produtos originais da NFL? Acesse www.firstdown.com.br .

TEST3

 

 

Le’Veon Bell perde U$ 853 mil

Le’Veon Bell perde U$ 853 mil

Brock oficial

Apesar de alguns fãs e até atletas terem esperança em contar com Le’Veon Bell assinando sua franchise tag, isto não aconteceu e ele está fora da primeira partida da temporada do Pittsburgh Steelers, domingo contra o Cleveland Browns. Depois de muita polêmica que contou com críticas de companheiros de equipe e uma declaração de apoio de Antonio Brown, o corredor deixou de receber U$ 853 mil por sua participação na partida.

Bell tinha até às 16 horas de hoje para assinar a tag, mas fontes adiantaram pouco antes que ele não iria assinar. O jogador vive caso diferente de Earl Thomas, Khalil Mack e Aaron Donald, pois ele não tem nada firmado com o Steelers, uma vez que não assinou o contrato de franchise tag. A marca da franquia serve exclusivamente para proibi-lo de atuar por outra equipe, a não ser que o Steelers o negocie.

631778008.0

Ele deixou claro no ano passado que não assinaria uma nova tag e que se a equipe quisesse contar com ele teria que lhe oferecer um contrato melhor. A expectativa do atleta era de receber um contrato de dois ou três anos, com a maioria do valor garantida. Sem o acordo Bell acha que estará desprotegido de uma contusão durante a temporada, que pode findar ou atrapalhar sua carreira.

Com 26 anos e mais dois ou três como elite na posição, Bell sabe que chegando são a agência livre da próxima temporada vai possivelmente ser o maior contrato da liga para um running back, afinal, em suas 5 temporadas com o Steelers foram 35 partidas e  5.336 jardas, com uma média de 152 por partida. Parece que o Steelers não vai poder contar com o atleta nas próximas partidas, tendo que se virar com James Conner. erá que Bell jogará este ano?

Quer comprar produtos originais da NFL? Acesse www.firstdown.com.br .

TEST3

 

Atletas falam sobre a ausência de Bell nos treinos

Atletas falam sobre a ausência de Bell nos treinos

MKC

Hoje foi o dia da imprensa de Pittsburgh polemizar a ausência de Le’Veon Bell nos treinos da equipe, que se prepara para a estreia na temporada. Depois da declaração do front office de que está desapontada com a atitude do jogador, claro que os repórteres tentaram pegar algumas “aspas” dos atletas da equipe.

Porém se a ideia era polemizar o assunto ainda mais, a estratégia não deu certo. Com um ar de “ninguém liga”, os atletas um a um foram mudando o foco da conversa e deixando claro que o importante é o time e não o individual. Perguntado se a ausência de Bell seria uma distração, Cameron Heyward foi o primeiro a deixar claro que esta situação é indiferente.

“Não será uma distração. Acho se quisermos chegar onde queremos e estas coisas precisam ficar debaixo do tapete”, disse Cameron. “Se ele vier nessa jornada ou não, isso não nos diz o respeito. Esse é o trabalho do Kevin (Colbert, GM da franquia). Meu foco é neste time e quem está aqui.”

Maurkice Pouncey também compartilha da opinião de seu colega de time. Ele quer que Bell volte a equipe, afinal, se trata de um dos melhores corredores da liga, mas por enquanto o foco é na vitória na estreia do Steelers. Com confiança, Pouncey disse que logo seu companheiro estará de volta.

Wild Card Round - Miami Dolphins v Pittsburgh Steelers

A equipe está focada no que temos que fazer este fim de semana”, declarou Pouncey. “Quando ele vier vamos recebê-lo de braços abertos. Espero que ele esteja em forma e pronto para correr. Ele apareceu no ano passado na mesma época. Está tudo bem, confie em mim, ele vai aparecer.”

A situação de Bell é um pouco mais complicada que o normal. Depois de receber sua segunda franchise tag da equipe, ele receberá pouco mais de U$ 14,5 milhões se assinar seu contrato. Porém, o running back de 26 anos sabe que em sua posição não existe longevidade, então ele quer um contrato com prazo longo e uma garantia maior. Como ele ainda não assinou o contrato não será multado, mas também não ganha nada ficando em casa.

O substituto de Bell na primeira semana deve ser James Conner, que  faz sua segunda temporada na liga. Apesar de jovem ele tem o apoio dos companheiros, principalmente do guard Ramon Foster, que fez questão de citar o atleta em sua última entrevista.

“Se começarmos com James, acho que ficaremos bem”, disse Foster“Ele é um cara que trabalhou muito. Ele deu passos largos. Ele nos deixou confiantes. Não há desrespeito com Bell, mas esse é um trem em movimento. Eu sinto que James tem estado em um ótimo nível durante os treinos. E nós temos Stevan Ridley, que é experiente, difícil, corredor downhill. De uma forma ou outra vamos ficar bem no jogo de corrida. Estou focado naqueles caras lá. Com o que Conner fez todo esse camp sinto que podemos abrir caminho com o que temos. Estou empolgada com esse jovem, não no sentido de desrespeitar qualquer outra pessoa.”

Traktor EJ (2)

 

Sumido!

Sumido!

MKC

Parece que virou moda na NFL os jogadores não se apresentarem para os treinos caso não consigam o contrato que acham que merecem. Desta vez quem está criando problemas é o running back do Pittsburgh Steelers, Le’Veon Bell, que não se apresentou nesta segunda-feira para a preparação da equipe visando o jogo de estreia na temporada, que acontece domingo.

O caso é mais complexo que uma simples falta. Bell pela segunda vez recebeu a franchise tag do Steelers, que lhe proporcionaria U$ 14,5 milhões por esta temporada. Seu agente chegou a comentar na semana passada que “Bell não será atleta do Steelers em 2019″, mas o que a franquia não esperava é que ele não comparecesse para assinar o contrato.

“Estamos desapontados por Le’Veon Bell não ter assinado o seu contrato de franquia e se juntado a equipe novamente “, disse o diretor geral, Kevin Colbert“O treinador Tomlin e a equipe técnica continuarão a se concentrar em preparar os jogadores que estão aqui para a nossa abertura de temporada regular no domingo contra o Cleveland Browns .”

i-755x385

Após os casos de Aaron Donald e Khalil Mack, esta prática de “desertar” dos treinos tem preocupado as franquias, que se sentem pressionadas a oferecer contratos para terem os jogadores em sua equipe, mesmo com o direito garantido. No caso de Donald, o Los Angeles Rams se obrigou a pagar um contrato de mais de U$ 130 milhões, com garantia de U$ 87 milhões para contar com o atleta em campo. Já o Oakland Raiders teve que negociar Mack com o Chicago Bears, após o atleta e a equipe não chegarem a um consenso salarial.

Bell, que atualmente está com 26 anos, tem uma média de quase 130 jardas por jogo desde que entrou na liga em 2013 e vislumbra um contrato com as mesmas garantias de Odell Beckham Jr e de seu companheiro de equipe, Antonio Brown. A grande preocupação do atleta é uma lesão nesta temporada, o que poderia frustar seus ganhos no futuro, uma vez que diferente de outras posições a sua não tem muito espaço para atletas após ficarem mais velhos.

Traktor EJ (2)

 

 

 

Antonio Brown volta a Pittsburgh para avaliar lesão

Antonio Brown volta a Pittsburgh para avaliar lesão

Antonio Brown foi afastados dos treinos e voltou a Pittsburgh para ser examinado. O jogador sofreu uma lesão que ainda não foi divulgada, mas que o obrigou a deixar os treinos na Saint Vincent College, a 64 km de Pittsburg e voltar a sede da equipe para avaliação.

O treinador Mike Tomlim não declarou em qual parte do corpo é a lesão, apenas que “são coisas do dia-a-dia, pequenas lesões, nada demais para comentar”. Já o atleta disse a fontes da ESPN Americana que “espera ficar bom em poucos dias”.

Na quarta-feira Brown já não havia treinado, ficando do lado de fora apenas atendendo fãs. Ontem (02) ele não estava presente nos treinos em Saint Vincent College, o que deve se repetir hoje. 

NFL: Pittsburgh Steelers-Training Camp

Brown é um dos atletas mais importantes da NFL, registrando um recorde de 100 recepções por temporada nos últimos cinco anos. Vale lembrar que o atleta que deve receber cerca de U$ 17 milhões este ano tem histórico de lesões no pé e tornozelo.

Outros lesionados da equipe de Pittsburgh:  Alejandro Villanueva (braço/ombro), TJ Watt (coxa/isquiotibiais), Sean Davis (virilha) e Morgan Burnett (coxa/isquiotibiais).

 

Big Ben foca nos Bengals para não estragar o Natal dos Steelers

Big Ben foca nos Bengals para não estragar o Natal dos Steelers

O quarterback Ben Roethlisberger só tem uma coisa na cabeça neste momento: O Cincinnati Bengals. Próximo adversário do Pittsburgh Steelers, os Bengals são rivais de divisão do time de Roethlisberger e devem fazer jogo duro diante do Pittsburgh. Por isso o quarterback está focado 100% no rival para não “estragar o Natal” dos Steelers.

Técnico da franquia da Pensilvânia, Mike Tomlin projetou o jogo contra o New England Patriots na Semana 15, mas Big Ben não quer saber desse duelo ainda, ele só pensa no Cincinnati. “Ele é o técnico, tem permissão para pensar no que quiser. Mas eu estou focado nos Bengals e mais nada, porque esses caras vão querer vir atrás de nós. Eles querem nos atrapalhar e sei que vão querer estragar nosso Natal”, disse Big Ben.

Pittsburgh Steelers e Cincinnati Bengals se notabilizaram por jogos muito duros, jogadas fortes e por muitas vezes violentas nos últimos confrontos. Os Steelers levam vantagem nos confrontos recentes, mas os Bengals jogarão em casa na próxima semana e vão querer uma vitória para seguir sonhando, ou no pior dos casos tentar atrapalhar as pretensões do rival.

Kicker dos Steelers bate recorde para dar vitória ao time sobre os Packers

Kicker dos Steelers bate recorde para dar vitória ao time sobre os Packers

O Pittsburgh Steelers teve muito mais trabalho do que o esperado para superar o Green Bay Packers de Brett Hundley. Mas jogando em casa o time amarelo e preto conseguiu confirmar uma vitória importante. E o resultado só foi garantido com o cronômetro zerado, e em um lance que entrou para a história da franquia.

Depois de um jogo equilibrado com o quarterback Brett Hundley dos Packers jogando bem, os Steelers conseguiram vencer no estouro do relógio. Com a partida empatada em 28 a 28, Pittsburgh teve a posse de bola com poucos segundos no cronômetro. O ataque trabalhou bem e contou com uma recepção sobrenatural de Antonio Brown para colocar Chris Boswell em posição de chute. Ele entrou em campo e acertou o Y para garantir a vitória com o zero no relógio.

Mas para garantir a vitória, o chute de Boswell precisou ser histórico. Ele agora é o kicker dos Steelers com o field goal mais longo da história do Heinz Field. O chute de 53 jardas é um recorde para um jogador do Pittsburgh no estádio. Ele ainda igualou a marca de chute mais longo do estádio, que pertencia a Adam Vinatieri e Dan Bailey.

Steelers têm desfalque de peso para encarar os Packers

Steelers têm desfalque de peso para encarar os Packers

O Pittsburgh Steelers encara o Green Bay Packers em casa no Sunday Night Football desta semana. A partida será importante para os Steelers tentarem manter a liderança da AFC, mas o time terá um desfalque de peso no jogo. O wide receiver calouro JuJu Smith-Schuster está fora da partida por conta de uma lesão muscular.

Sensação ofensiva da temporada, o novato do Pittsburgh é o jogador mais jovem da NFL e já quebrou recordes com sua baixa idade e excelente desempenho até o momento. Ele rapidamente se tornou alvo de confiança do quarterback Ben Roethlisberger e ganhou grande espaço no time.

A ausência de JuJu deverá ser sentida pelo ataque da franquia, que vem recebendo críticas pesadas. Smith-Schuster tem 33 recepções, 568 jardas e cinco touchdowns na temporada. Com exceção de Antonio Brown, os outros quatro wide receivers dos Steelers, combinados, têm números inferiores aos do calouro.

Steelers observam de perto pequena lesão de calouro

Steelers observam de perto pequena lesão de calouro

O Pittsburgh Steelers está muito bem na temporada com uma primeira metade de 2017 com bons resultados. Mas nas últimas semanas a equipe tem enfrentado alguns problemas com pequenas lesões de alguns dos seus jogadores. Outro que pode entrar nesta lista é um calouro que tem se destacado até o momento, o wide receiver JuJu Smith-Schuster.

De acordo com informações do repórter Jeremy Fowler da ESPN americana, o técnico Mike Tomlin observa de perto uma pequena lesão sofrida pelo atleta. Os Steelers estão tomando todas as precauções necessárias para que Smith-Schuster não tenha um problema maior.

Uma das sensações da temporada, JuJu é o jogador mais jovem da NFL e vem tendo grande destaque no ataque do Pittsburgh. Na visão de Tomlin, ele e os outros calouros estão chegando em um momento da temporada em que não sabem o que vem pela frente. “A época que os novatos estão acostumados está acabando. Eles estão se preparando para as finais. Jogadores como T.J. (Watt, linebacker), JuJu e outros, eles estão se mudando para um território inexplorado”, comentou o técnico.

Importante jogador dos Steelers é suspenso por uso de substâncias proibidas

Importante jogador dos Steelers é suspenso por uso de substâncias proibidas

O Pittsburgh Steelers está muito bem na temporada com a melhor campanha da AFC até agora. A equipe vem de bons resultados apesar de um ataque contestado. E o lado ofensivo da bola nos Steelers ganhou um desfalque de peso para as próximas partidas. O offensive tackle Marcus Gilbert foi suspenso por quatro jogos por uso de substâncias proibidas.

Importante peça da linha ofensiva do Pittsburgh, Gilbert foi punido por violar a política da NFL contra substâncias de melhoria de desempenho. O jogador é um dos pilares da linha dos Steelers e tem grande impacto no jogo da equipe. Ele perderá os jogos contra Green Bay Packers, Cincinnati Bengals, Baltimore Ravens e New England Patriots.

Gerente geral do Pittsburgh Steelers, Kevin Colbert disse que a franquia está decepcionada com Gilbert e que o jogador não irá apelar contra a decisão da NFL. O jogador se manifestou por meio de sua conta oficial no Twitter. “Peço desculpas aos meus companheiros de equipe, técnicos e toda a família Steelers. Infelizmente tomei inadvertidamente uma substância proibida. Eu prometo voltar em grande forma e estar pronto para jogar quando minha suspensão terminar”, escreveu Marcus Gilbert.

Steelers acordam no segundo tempo e amassam os Titans com três “touchbrowns”

Steelers acordam no segundo tempo e amassam os Titans com três “touchbrowns”

Com brilho defensivo e um ataque que acordou no segundo tempo, o Pittsburgh Steelers venceu o Tennessee Titans na abertura da Semana 11 da NFL. O ataque engrenou depois do intervalo e os Steelers tiveram uma noite inspirada de Antonio Brown que anotou três touchdowns no jogo e ajudou na vitória por 40 a 17.

Após um primeiro tempo equilibrado, com a defesa do Pittsburgh conseguindo manter a equipe viva na partida e em vantagem no placar, o ataque da franquia acordou na metade final do jogo. Com boa atuação ofensiva e a defesa brilhando, os Steelers atropelaram os Titans na reta final de partida. O grande destaque da noite foi Antonio Brown com três touchdowns e 144 jardas em 10 recepções.

Do lado defensivo da bola os Steelers tiveram uma grande noite com quatro interceptações e cinco sacks para cima do quarterback Marcus Mariota. A ótima atuação ajudou na quinta vitória seguida do Pittsburgh na temporada e a manutenção da melhor campanha da AFC, com 8-2. Os Titans tiveram uma sequência de quatro vitórias interrompida e perderam a liderança da AFC Sul para o Jacksonville Jaguars com 6-4 contra 6-3 dos Jags.

Antonio Brown bate recorde de recepções na NFL

Antonio Brown bate recorde de recepções na NFL

O wide receiver Antonio Brown foi o grande nome individual da vitória do Pittsburgh Steelers sobre o Tennessee Titans nesta quinta-feira (16). O jogador anotou três touchdowns e contribuiu com o placar de 40 a 17 para os Steelers. Além dos pontos que ajudaram no resultado final, as 10 recepções de Brown na partida serviram para o receiver bater um recorde na NFL.

Foram 144 jardas para o jogador na partida em 10 recepções. A sua oitava recepção no jogo foi a de número 700 de Brown na carreira. Com isso, o wide receiver do Steelers se tornou o mais rápido a alcançar o feito na história da liga. Ele precisou de apenas 111 jogos para chegar à marca, quebrando o recorde de Marvin Harrison, que chegou às 700 recepções em 114 partidas.

Já são 70 recepções para Antonio Brown na temporada em 10 partidas. Seguindo esse ritmo o receiver passará das 100 recepções em 2017, tornando-se o primeiro a ter cinco temporadas consecutivas com mais de 100 recepções, superando o próprio Marvin Harrison.

Apesar da atuação memorável na vitória sobre os Titans, os companheiros de equipe de Brown reconhecem os feitos do receiver, mas já não se espantam tanto com o desempenho do jogador. “É insano”, comentou o guard David DeCastro ao Pittsburgh Post-Gazette. “O que mais ele pode fazer? Eu me sinto mal. Eu não estou mais entusiasmado com isso”, disse DeCastro.

Mariota aponta culpado pela derrota dos Titans para os Steelers

Mariota aponta culpado pela derrota dos Titans para os Steelers

O Tennessee Titans viajou até a Pensilvânia e voltou de lá derrotado por 40 a 17 pelo Pittsburgh Steelers na abertura da Semana 11 da NFL. Apesar de uma partida equilibrada no primeiro tempo, o time acabou perdendo por um largo placar e viu sua série de quatro vitórias seguidas ser interrompida. O quarterback Marcus Mariota sabe quem foi o culpado pelo placar adverso.

Contra uma inspirada defesa do Pittsburgh, Mariota acabou sendo quatro vezes interceptado, duas no primeiro tempo e outras duas na metade final da partida. Para o líder do ataque dos Titans, não existe outro culpado pela derrota, senão ele mesmo. “Se você joga quatro interceptações é difícil vencer”, destacou Mariota.

Além das falhas do Tennessee, o quarterback ressalta o jogo realizado pelos Steelers e assume toda a culpa pela derrota. “Muito crédito para Pittsburgh, eles fizeram um monte de jogadas e conseguiram ser melhores do que nós esta noite. As interceptações são culpa minha, quando se trata disso, eu sou o único que toma decisão de jogar e tomei apenas decisões ruins. Eu tenho que fazer um trabalho melhor”, avaliou Marcus Mariota.

Importante quarterback detona os jogos de quinta-feira: “É miserável”

Importante quarterback detona os jogos de quinta-feira: “É miserável”

A temporada 2017 não tem sido nada favorável aos jogadores da NFL em relação às lesões. Já foram vários nomes, incluindo alguns dos maiores atletas da liga, que sofreram lesões graves. E um dos vilões têm sido o Thursday Night Football, os jogos de quinta-feira não agradam os jogadores pelo curto tempo de recuperação física da partida anterior. Nesta segunda-feira (13), o quarterback do Pittsburgh Steelers Ben Roethlisberger detonou as partidas de quinta.

Um dos jogadores que sofre com lesões durante a carreira, Big Ben ainda não teve problemas em 2017, mas ele se levantou contra a realização dos jogos na quinta-feira. “É miserável”, declarou Roethlisberger de acordo com Jeremy Fowler da ESPN americana.

O bicampeão do Super Bowl defende a eliminação do Thursday Night Football e a realização de jogos apenas nos domingos e segundas. “Eles precisam se livrar desse jogo. Basta jogar segundas e domingos. É tão difícil para os jogadores, você é espancado, golpeado, é um jogo físico e muito violento que jogamos”, comentou Big Ben.

Participante do próximo Thursday Night Football nessa semana, os Steelers de Roethlisberger encaram o Tennessee Titans em casa na quinta (16). E Big Ben destaca que mesmo de um domingo para outro a recuperação ainda não é completa, para quinta-feira o problema se agrava. “Ambas as equipes passam por isso (lesões), então não estou falando só sobre nós. Tenho certeza de que os Titans diriam o mesmo assim como todos que jogaram na quinta-feira. Você deve deixar seu corpo se recuperar um pouco. Mesmo em uma semana, você não está totalmente recuperado de domingo a domingo. Você ainda está lidando com solavancos e contusões e as coisas continuam a crescer ao longo da temporada. Quando você faz uma semana tão curta cara, não é bom. Não conheço muitos jogadores que gostem. É difícil dizer isso, mas temos que fazer o que a liga diz”, declarou Ben Roethlisberger.

Defensor dos Steelers sofre fratura na perna

Defensor dos Steelers sofre fratura na perna

O Pittsburgh Steelers começou a temporada com bons resultados e uma campanha 7-2 até o momento, que dá a liderança da AFC para a franquia. A última vitória do time foi nesse domingo (12) sobre o Indianapolis Colts fora de casa por 20 a 17. Mas se venceu o jogo, a equipe acabou perdendo um de seus jogadores de defesa.

Uma das melhores defesas contra o passe na NFL estará desfalcada por tempo indeterminado. O cornerback Joe Haden, contratado para esta temporada após ser cortado no Cleveland Browns, sofreu uma fratura na fíbula. Ele foi retirado do jogo e não voltou mais para a partida. Após a vitória dos Steelers, o técnico Mike Tomlin confirmou a lesão. “Ele vai ficar de fora por tempo indeterminado”, comentou Tomlin.

Nos nove jogos que fez até o momento nesta temporada, Haden teve uma interceptação, cinco passes defendidos, um sack e e 14 tackles. O veterano jogador agora será desfalque da equipe por algum tempo.

 

Entre Jardas | Futebol Americano BR - 2014