Aposentadoria lastimável

Hall da Fama Adrian Peterson, que está saindo de um contrato de US$ 18 milhões neste ano para o “limbo” da agência livre e possível aposentadoria. O que acontece com Peterson já aconteceu há um ano com Arian Foster, e possivelmente acontecerá também com Jamaal Charlers. Mas o que estará acontecendo afinal com posição de running back que era tão valorizada? Mas antes de falarmos de tantos outros running backs que estão desempregados, vamos focar na possível aposentadoria de Adrian Peterson. Quem conhece um pouquinho da NFL na última década sabe que ele é um dos grandes nomes da liga. Desde seu primeiro ano fazendo partidas antológicas, quebrando recordes e sendo eleito MVP da temporada 2012, Peterson se viu dentro de uma “redoma” coberta por glórias e muito dinheiro. Porém tudo isso acabou quando ele se lesionou na última temporada e o Minnesota Vikings começou a pensar em cortá-lo. O grande problema de Peterson na ultima temporada foi a lesão que lhe deixou fora de 13 jogos. As 72 jardas em três partidas também complicaram muito sua situação, uma vez que a média foi de 1,9 jardas por corrida. A contusão foi no menisco e precisou de cirurgia que o tirou de 13 partidas, e mesmo com ele voltando contra o Colts seu desempenho foi muito questionado. Some-se isso ao fato que apenas quatro corredores desde a unificação da liga conseguiram correr para mais de mil jardas com mais de 31 anos de idade e fica claro o porque de ninguém ainda ter oferecido um contrato decente para Peterson. a1 Por outro lado ele também não tem mais tanta necessidade em jogar. Nos últimos anos recebeu verdadeiras fortunas por seu trabalho com o Vikings, o que lhe faz ser criterioso sobre onde vai jogar e quanto vai ganhar. Ele disse que gostaria de se juntar ao Raiders, que demonstra mais interesse em contratar o aposentado Marshawn Lynch que arriscar com ele. Seu pai foi a público dizer que acreditava que seu filho assinaria com o Seattle Seahawks, mas a equipe dias depois anunciou Eddie Lacy, alguns anos mais novo. Seu último “refúgio” – que seria reassinar com o Vikings – também não existe mais, uma vez que a equipe contratou Latavius Murray. Assim vai ficando claro que se equipes como o Packers e Raiders não investirem para contratá-lo, logo teremos uma notícia muito triste relativa a sua aposentadoria. Ele deixou claro a fontes que não vai assinar por muito menos que recebia no Vikings, afinal, é uma estrela da NFL. Porém ninguém está gastando muito nesta posição. Para se ter uma ideia, tirando a frachise tag de Le’Veon Bell, o maior salário anual de um running back é US$ 10 milhões, US$ 8 milhões a menos que Peterson iria receber este ano. Então não se admirem se até agosto recebermos a notícia lastimável da aposentadoria de Adrian Peterson.]]>

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.