A emoção por trás da apresentação de OBJ

A NFL é com certeza uma das ligas mais disputas e concorridas do mundo. E não estamos falando da disputa entre franquias, mas das individuais. Então a chegada de um jogador da mesma posição pode causar emoções diversas, principalmente se você era o “número 1” da equipe. Inveja, críticas, ciúmes…

Mas o que tomou o recebedor Jarvis Landry quando soube da contratação de Odell Beckham Jr foram as lágrimas. Trocado pelo Miami Dolphins no ano passado, Landry ficou praticamente 2018 inteiro falado para seu novo gerente geral, John Dorsey, contratar o ex-colega de LSU.

Quando ele viu em um breaking news da televisão que o Cleveland Browns havia feito uma troca com o New York Giants por Beckham, ele não se conteve. Ligou para Dorsey e chorou ao telefone, novamente ele poderia entrar em campo ao lado do amigo.

E Landry fez questão de relatar isso hoje, na apresentação da equipe para a temporada 2019. No púlpito, ele e Odell trocavam abraços. OBJ é a grande estrela da equipe agora, mas o recebedor não se importa, pois a amizade que começou nas ruas de Louisiana na época da High School é muito maior que sua vaidade.

“Quando aconteceu eu chorei”, disse Landry. “Eu liguei para ele (Beckham). Eu conversei com John (Dorsey). Eu chorei com John ao telefone, estava emocionado. Eu chorei com Freddie (Kitchens) também.”

Na LSU os dois formaram uma das duplas mais impactantes desta década no College. Antes, quando ainda jogavam na High Scholl quase foram separados. Mas Beckham declinou de uma oferta da Universidade de Miami para continuar na cidade em que os dois viviam. Agora, graças ao acaso, eles formam sem sombra de dúvida a melhor dupla de recebedores da NFL.

Leia também -   Jay Cutler vai para protocolo de concussão

“Vamos olhar para trás daqui 10 anos e vamos dizer: ‘Cara, 1º de abril de 2019, o começo de algo grandioso.’ Estou feliz por fazer parte disso”, disse Beckham na tarde de hoje. “Como tudo isso aconteceu foi marcante, estou muito empolgado e acho que vai ser uma das melhores coisas que já aconteceram na minha vida. Vai ser mais icônico do que todos nós percebemos agora”

E grande parte disso foi graças a Landry, que sempre defendeu o movimento para contratar OBJ. Para Dorsey ele sempre fazia lobby do amigo, já para Odell, ele passava todas as suas experiência vividas neste um ano que está em Cleveland.

“O que eu disse a ‘OB’ é o amor e a apreciação de todos que trabalham neste edifício, de cima a baixo, é algo que me fez sentir tão confortável, você sabe que aqui é a sua família”, disse Landry. “E eu disse que ele apreciaria isso. Ele apreciaria se pudesse vir aqui e honestamente ser apenas ele mesmo. As pessoas o amariam por isso.”

Odell já comunicou que não estará com a equipe nos treinos da offseason. Segundo o atleta, para ele é mais confortável continuar se preparando em Los Angeles, como faz todos os anos. Freddie Kitchens declarou não se importar com isso, dando-lhe um abraço e dizendo “eu amo você, cara”.

E com a chegada dos novos contratados da equipe, Kitchens agora começa a carregar um fardo pesado. Se no papel a equipe é uma contender ao Super Bowl, para traduzir isso em campo precisará de todo o seu esforço logo em seu primeiro ano como treinador principal da NFL.

Leia também -   O milagre de Olaria

“Agora, somos apenas um bom grupo de jogadores individuais”, disse Kitchens. “Sim, nossa lista ficou ótima no papel. Mas eu assumo a responsabilidade de colocar todas estas expectativas da organização e dos fãs em campo e transformá-las em resultados positivos.”

Para Odell também é uma responsabilidade enorme, uma vez que ele agora é o grande nome do esporte de Cleveland. Inclusive ele disse ter pedido conselhos a LeBron James, que também impactou a cidade quando foi contratado e venceu um campeonato pelo Cavaliers. A ele o “The King” disse apenas que “ele vai adorar as pessoas de lá”.

E no momento mais sublime dos últimos anos na cidade, o recebedor foi irônico ao erguer a camisa número treze do Browns. Dizendo apenas: “Eu fiquei sabendo que aqui é a capital do futebol. Eu estou ansioso para descobrir.”

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.