Draft 2019: O substituto perfeito para Rob Gronkowski

O New England Patriots chega neste Draft com algumas carências. Se no ano passado foram duas escolhas na primeira rodada, este ano a equipe novamente surge com a 32° escolha geral.

No último Draft Bill Belichick usou a primeira rodada para substituir Nate Solder e Dion Lewis, então este ano a lógica apontaria para um dos ótimos jogadores de linha defensiva, afinal, perdeu Trey Flowers. Porém, um nome deve chamar a atenção: TJ Hockenson.

Não seria uma surpresa o Patriots fazer algum movimento para trazê-lo para sua equipe, mesmo ele sendo um prospecto de primeira rodada. Talvez uma troca por jogadores do elenco ou até uma trade up serviriam aqui, porque se olharmos para os lances dele no College, veremos a semelhança com Rob Gronkowski.

E nem estamos falando do físico, mesmo com ele sendo dominante neste aspecto. O seu jogo por Iowa chama a atenção em diversos aspectos e prova que ele seria a aquisição perfeita para a equipe de New England.

O primeiro ponto a se apegar é o estilo de jogo de Iowa, que joga com dois tight ends (semelhante ao que Belichick faz em diversas chamadas com o Patriots). Não por acaso os Hawkeyes têm tradição nesta posição, desde Dallas Clark até o grande destaque do San Francisco 49ers em 2018, George Kittle.

E esta formação ajudou Hockenson a evoluir na equipe. Desde red shirt ele teve atuações na equipe, se consolidando em 2017. Na última temporada ele jogou para 717 jardas e 6 touchdowns em 46 recepções.

Parece pouco se olharmos a NFL, porém, analisando os números de Gronk no Arizona vemos certa semelhança. E o motivo é simples, assim como o tight end que venceu três Super Bowls e anunciou sua aposentadoria, Hockenson se destaca muito aplicando bloqueios em jogadas terrestres.

Leia também -   Niners vai em busca de quarterback

Em duas partidas da temporada passada ele conseguiu ultrapassar as 100 jardas de recepção, sendo que em uma delas, contra Wisconsin, atingiu 125 jardas com um touchdown de 45 jardas. Também se destaca na execução das rotas, sendo muito efetivo jogando entre alinha defensiva e os linebackers.

E isso lhe fez o melhor tight end da Big Ten, recebendo o Kwalick-Clark Award. Entre os torcedores foi eleito para a seleção da América – All-American – como titular, sendo a segunda opção na votação da imprensa. Ao fim da temporada mais um prêmio, o John Mackey Award, dado ao melhor tight end do College.

Tem velocidade para rotas longas, altura e muita impulsão, um físico ótimo para quebrar tackles e ainda efetua bloqueios exímios. Com certeza sairá na primeira rodada do Draft 2019, mesmo tendo apenas 21 anos. Seria muito interessante vê-lo no lugar de Gronkowski.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.