De olho no futuro

A semana que se encerra hoje serviu para os fãs do Denver Broncos olharem para o futuro. Afinal, Drew Lock treinou pelas primeiras vezes como um atleta da franquia que consagrou John Elway e mais recentemente Peyton Manning.

E não é fácil para um quarterback chegar à franquia nesse momento, principalmente com o status de substituto de Joe Flacco. É certo que tanto a equipe quanto o treinador Vic Fangio já anunciaram que ele brigará apenas pela posição de reserva do veterano, mas em uma franquia que recentemente vem dispensando quarterbacks escolhidos no Draft, a pressão aumenta.

E ele sabe das dificuldades desta transição para a liga. Antes do Draft 2019, Lock se preparou com diversos especialistas na posição, onde começou a entender como funciona os estudos e como são as chamadas dos quarterbacks na NFL. Ele comentou sobre isso na entrevista desta sexta-feira:

“A linguagem é um pouco diferente do College”, disse Lock. “Você tem que chamar a jogada e é mais difícil dizê-la do que sair e saber qual é a jogada. Mas nada que se possa dizer que as jogadas não serão executadas. Você tem que mergulhar nisso um pouco. Me avalio todos os dias, descubro o que preciso fazer melhor e anoto as coisas que achei que fiz bem naquele dia.”

Recentemente o ex-quarterback do Broncos, Jake Plummer, disse que chamar a jogada é uma das maiores transições para um jovem quarterback. Segundo ele, na época em que treinava sob o comando de Mike Shanahan e seu estilo “west coast”, as chamadas eram de 10 a 12 palavras. Ele chegou a citar uma: “Era assim, shift to double wing right, Z fly, 76, U shallow cross.” 

Entre o aprendizado surge a expectativa de conhecer quem pode ser seu mentor, o titular Joe Flacco, já que os calouros treinarão com os veteranos na segunda-feira. O ex-quarterback do Baltimore Ravens vem de uma temporada em que foi substituído por Lamar Jackson, 32° escolha do Draft 2018. Este ano ele chega ao Broncos com uma nova “sombra”, desta feita a 42° escolha do Draft 2019. Então fica a dúvida do quanto Flacco irá ajudar na evolução de Lock.

Leia também -   Odell critica plano de jogo e Shurmur rebate

“Definitivamente será uma transição diferente”, disse Lock“Passando por essa transição, fico feliz em estar na reserva de Joe Flacco. Quero ouvir o que ele tem a dizer, aprender com ele, estou animado em conhecê-lo, animado para entrar na sala com ele e aprender com um cara que ganhou um Super Bowl.”

Mais uma vez o Broncos aposta em um jovem para o seu futuro. Já vimos isso recentemente com Brock Osweiler, Trevor Siemian, Paxton Lynch e Chad Kelly. Desta vez John Elway parece ter acertado na escolha, pelo menos é isso que os fãs do Broncos esperam.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.