Dez jogos de gancho

Parece que a terceira escolha geral do Draft 2013 terá um fim precoce em sua carreira. Depois de ser suspenso por três vezes em 5 anos, desta vez Dion Jordan recebeu 10 jogos de suspensão da NFL. Cmo agente livre, será difícil o atleta conseguir uma equipe a partir de agora.

Ele foi pego no exame toxicológico pelo uso da substância Adderall, uma medicação combinada contendo quatro sais de anfetamina. Ela é prescrita para o tratamento do transtorno de déficit de atenção, hiperatividade e narcolepsia. No entanto, também serve como um aprimorador de desempenho atlético e intensificador cognitivo que, em uso recreativo é um potente afrodisíaco e eufórico. Enfim, algo que não pode ser utilizado por um atleta.

Na verdade até pode, em caso de tratamento. E foi assim que Jordan conheceu esta droga, pois tinha até o ano passado isenção para uso terapêutico. No entanto, por se tratar de compostos altamente viciantes, mesmo após ele perder este licença continuou a usar. O resultado foi uma suspensão de dez jogos que já teve seu recurso negado para abrandar a pena.

“Eu cometi um erro”, disse Jordan em entrevista. “Eu me sinto como sou, estou pronto para seguir em frente, estou pronto para seguir em frente com essa questão específica. Estou trabalhando muito duro comigo mesmo fora do campo e posso ver progresso. Eu não posso consertar isso, simplesmente é o que é. Mas eu sei o que não posso fazer e o que não fazer em comparação com os erros que cometi no passado.”

Quando Jordan fala em “erros do passado”, ele está se referindo a suas antigas suspensões. A primeira veio em 2014 por utilizar substâncias para melhorar o desempenho físico. No mesmo ano, Jordan recebeu uma segunda suspensão, desta feita por utilizar substâncias proibidas. Em 2015 ele novamente caiu em exame da liga e foi suspenso por um ano. 

Com isso, agravado por uma lesão que o colocou de fora da temporada 2016, o Miami Dolphins o liberou. Detalhe importante é que o Dolphins subiu no Draft daquele ano exclusivamente para pegá-lo. Em 2017 ele assinou com o Seattle Seahawks, mas uma lesão no joelho só o manteve em campo por quatro jogos, quando ele conseguiu 5,5 sacks.

Leia também -   Quatro partidas movimentam a Superliga Nacional

Animado, Pete Carroll lhe deu um contrato de um ano em 2018, acreditando que aquele era o ano dele. Infelizmente para o atleta e para o Seahawks ele passou quase que toda a temporada no IR, voltando a ser um agente livre este ano.

Seu agente, Doug Hendrickson, disse que Jordan teve propostas para atuar em 8 franquias diferentes e todas já estão cientes de sua suspensão. O atleta tentará pela segunda vez abrandar sua pena. Caso isso não aconteça, será difícil ver Jordan no campo novamente, pelo menos na NFL.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.