O drama de Ted Thompson

Ted Thompson foi um atleta do Houston Oilers por 10 temporadas (1975-1984), mas com certeza você o conhece como gerente geral do Green Bay Packers. Ele foi responsável por uma grande fase da franquia, incluindo a parceria com Mike McCarthy.

No ano passado ele foi substituído pelo hoje gerente geral Brian Gutekunst. Foi especulado que ele tinha problemas de saúde, uma vez que Thompson havia passado por uma cirurgia no quadril. Ele estava ausente de suas funções e quando aparecia, aparentava estar debilitado.

Então hoje o ex-gerente geral emitiu um comunicado explicando o motivo do afastamento da equipe. Primeiro deixando o cargo de gerente geral para virar um consultor sênior. No ano passado ele parou de frequentar as instalações da franquia e se mudou para o Texas, onde nasceu. O motivo – segundo fontes – e que ele não consegue mais viajar sozinho.

“Fui diagnosticado com um distúrbio autonômico”, disse Thompson. Eu sinto que é importante mencionar que, com base nos resultados dos testes e nas opiniões de especialistas médicos, eles acham que eu não me encaixo no perfil de alguém que sofre de encefalopatia traumática crônica (CTE).”

“No final da temporada de 2017, Mark Murphy e eu tivemos uma conversa sobre minha saúde e o futuro com o Packers”, continuou Thompson no comunicado. “Naquela época, nós concordamos mutuamente que era do melhor para mim e para a organização me afastar do meu papel de gerente geral. Em consulta com o médico da equipe Dr. John Gray, comecei uma avaliação completa da saúde que incluiu opiniões do Medical College of Wisconsin, da Mayo Clinic e do UT Southwestern Medical Center.”

“Quero agradecer ao Dr. Gray, aos profissionais da área médica, ao Green Bay Packers e à minha família por tudo o que fizeram e continuam a fazer por mim”, disse Thompson. “Foi uma grande honra ser incluído no Packers Hall of Fame no fim de semana passado. A comunidade de Green Bay e os fãs dos Packers sempre foram e continuarão a ser muito especiais para mim. É minha esperança e crença que eu serei capaz de superar esse transtorno. Finalmente, gostaria de lhe pedir que respeite a privacidade de mim e da minha família à medida que avançamos.”

Quando ele recebeu a homenagem na semana passada e foi incluso no Packers Hall of Fame, a grande parte de suas declarações foram gravadas. Estiveram presentes vários jogadores que ele escolheu ou contratou, como Mason Crosby, Aaron Rodgers, Jordy Nelson, Charles Woodson, o gerente geral do Cleveland Browns John Dorsey, o ex-gerente geral do Oakland Raiders Reggie McKenzie, Ron Wolf, James Campen e o ex-presidente do Packers, Bob Harlan.

Leia também -   Polêmica: Tem como comparar as situações de Kaepernick e Kareem Hunt?

E o motivo de sua debilidade é o que o transtorno do nervo autônomo (disautonomia]) causa. Ele interrompe o comando do sistema nervoso autônomo, que é responsável pelas freqüência cardíaca, pressão arterial, temperatura corporal, transpiração, funções intestinais e da bexiga. Thompson não disse qual o grau de seu transtorno, no entanto, por sua idade é especulado que esteja em um estágio avançado.

Ted Thompson foi  grande responsável por montar a equipe que venceu o Super Bowl XLV. Seis anos antes, ele fez do quarterback Aaron Rodgers sua primeira escolha durante o Draft 2005. Depois de contratar Mike McCarthy em 2006, ele montou equipes que chegaram a quatro títulos da NFC (2007, 2010, 2014, 2016) e fez oito aparições em playoffs consecutivos (2009 a 2016).

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.