Rivers até 2020? Por enquanto não…

Um dos quarterbacks mais identificados com sua franquia iniciou esta temporada sem uma renovação. Philip Rivers, que começa seu 16° ano com o Los Angeles Chargers (antes San Diego Chargers), ainda não assinou uma extensão e é da franquia apenas até o fim desta temporada.

Perguntado hoje sobre a situação por repórteres, o quarterback que é titular da franquia há 13 anos disse que “está bem com a situação e que não existe nenhum problema em jogar este ano sem uma extensão”.

Muito se falava a respeito do Chargers escolher um quarterback nas primeiras rodadas do Draft 2019, o que não aconteceu. A franquia decidiu apostar sua escolha de quinta rodada (166° escolha geral) em Easton Stick, que provavelmente não deve ser nem o reserva imediato de Rivers, uma vez que a equipe contratou na free agency Tyrod Taylor.

Rivers ainda deixou claro que “a preocupação neste momento é fazer uma grande temporada, já que a equipe se encontra muito forte”. O gerente geral da equipe, Tom Telesco, acrescentou que isso é um assunto pertinente, no entanto, não confirmou se as conversas já se iniciaram.

O quarterback de 38 anos disse várias vezes que pretende defender a franquia por mais alguns anos, desde que sua saúde esteja em dia. Na entrevista de hoje também comentou sobre a oportunidade de jogar no novo estádio da franquia, que ficará em Inglewood.

“Eu ficarei bem com isso e voltarei a vê-los no início da próxima primavera, se é que isso irá acontecer”, disse Rivers. “Estou muito em paz com o que está acontecendo agora. Estou sob contrato para esta temporada, empolgado com esse time e nossas oportunidades. Se tiver que jogar com uma frachise tag em 2020, também não vejo problemas.”

Ele terminou 2018 em sexto lugar passes para touchdowns (32), oitavo em jardas passando (4.308) e nona em porcentagem de conclusão (68,3), sendo eleito pela oitava vez ao Pro Bowl. Em 2015 ele havia assinado uma extensão de quatro anos e U$ 83,4 milhões. É difícil imaginar que ele sairia da franquia nesta fase da carreira. E caso o Chargers queira trocá-lo, não pode, uma vez que seu contrato proíbe transações com outras equipes.

Leia também -   "Butt fumble boy" está de volta

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.