Péssimas escolhas de offseason

Estamos chegando próximos do início da pré-temporada. Na verdade ainda falta algum tempo, mas é tempo de analisar o que foi e não feito por jogadores e franquias. Então vamos listar alguns movimentos fracos de franquias e escolhas ruins de atletas.

Aqui não amos falar de Draft 2019 e sim da agência livre. Etão vamos lá:

Demora para trocar Rosen:

O Arizona Cardinals subestimou o valor de mercado de Josh Rosen. A franquia já sabia que iria escolher Kyler Murray, então por que não trabalhar a escolha dele antes? Ao escolher Murray automaticamente desvalorizou Rosen, que se ficasse em no Cardinals seria reserva do calouro.

Se buscasse uma troca antes do Draft, com certeza receberia uma boa oferta do New York Giants. Poderia ser a primeira escolha da equipe na segunda rodada, que era alta. Ou até a 17° escolha geral. E tem mais, poderia ter escolhido alguém já neste Draft e não ter que esperar até 2020. Um péssimo movimento que lhe custou caro.

Teddy Bridgewater no Dolphins:

Antes de trazer Ryan Fitzpatrick e depois Josh Rosen, o Miami Dolphins tentou a contratação de Teddy Bridgewater. E o jogador preferiu ser reserva de Drew Brees. O titular do New Orleans Saints não vai se aposentar este ano, talvez ao fim de 2020. Logo, “Teddy B” só será titular daqui dois anos.

Será que vale a pena esperar tanto, sendo que poderia assumir uma equipe da AFC? Outro detalhe importante é que a oferta do Dolphins era maior. Enfim, preferiu a comodidade que realmente jogar como titular na liga.

Adam Humphries escolhe o Titans:

Antes de abrir o mercado falamos muito aqui sobre Adam Humphries, que era o melhor recebedor em slot do mercado. Humphries foi o terceiro melhor da liga ano passado em recepções neste modelo, então era normal que a equipe que mais utiliza este estilo de jogo fosse atrás dele. Estamos falando do New England Patriots.

Leia também -   Ex-recebedor do Ravens e do Browns morre em acidente de moto

Porém o recebedor já havia acertado termos com o Tennessee Titans, bons termos diga-se de passagem. Contudo, a oferta do Patriots foi melhor. Mesmo assim ele decidiu cumprir o que havia prometido anteriormente e preteriu o atual campeão para ficar no Titans. Por um lado foi nobre, por outro…

Niners não contratam um recebedor de elite:

O San Francisco 49ers pode finalmente contar com Jimmy Garoppolo por uma temporada completa. E jogando com Kyle Shanahan seu talento será muito bem aproveitado. O grande problema é que a equipe não foi atrás de um recebedor de elite.

Tinha Odell Beckham Jr no mercado, mas a equipe ofereceu pouco. Também tinha o “barato” Antonio Brown, que queria ir para o Niners e contava com o apoio do lendário Jerry Rice, que tem muita moral no time de San Francisco.

Porém a equipe deixou de trazer Brown, que mesmo com todos os problemas é um atleta de elite. Vai apostar em Jordan Matthews e em dois calouros, Deebo Samuel e Jalen Hurd, escolhas de segunda e terceira rodada. Vai fazer falta um alvo de elite para Garoppolo. 

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.