União pela segurança dos atletas

A NFL e a NCAA, instituição que comanda o College Football decidiram unir forças para tornar o futebol americano mais seguro. E este esforço começou ontem e se prolongou pelo dia de hoje.

Os principais médicos especialistas da liga, Jeff Miller e Dr. Allen Sills, passaram a segunda e terça-feira em Indianapolis se reunindo com funcionários da NCAA, médicos das equipes universitárias e treinadores. As discussões foram no intuito de prevenir e melhorar a saúde dos atletas.

O foco principal são as concussões, uma vez que eles começam a ocorrer com mais força no College, passam pela NFL e só após a aposentadoria dos atletas começam a refletir em problemas cerebrais.

Além disso, Miller e Sills estão colocando ainda mais atenção na prevenção e tratamento de lesões na parte inferior do corpo, como tornozelos torcidos, isquiotibiais tensos e problemas no joelho.

Paralelo a isso os oficiais da NFL e NCAA estão trabalhando na pesquisa para entender o motivo das presilhas e travas dos capacetes se soltam. Quando isso acontece as lesões são muito maiores. Em média, segundo dados da NFL, pelo menos duas vezes por partida o capacete de algum atleta se solta no meio de uma jogada.

Na NCAA a média sobe para 4,2 vezes por partida. Os oficiais estão estudando formas de isso não acontecer. Não é sabido ainda se a culpa é do fabricante ou se os atletas simplesmente não apertam suas presilhas antes da jogada. Uma alternativa para isso etá sendo estudada e é possível que esta parte dos helmets seja alterada para a temporada que vem.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.