A história por trás da ida de Brown para o New England Patriots

Em uma reviravolta de deixar muitos de cabelos em pé, o New England Patriots assinou um contrato de um ano e U$ 15 milhões com Antonio Brown, que até ano passado jogava no Pittsburgh Steelers.

O atleta de 31 anos foi dispensado na tarde de hoje pelo Oakland Raiders e, em menos de duas horas, conseguiu ir para a atual campeã da NFL. Com ele jogando na equipe, o Patriots se fortalece ainda mais depois de perder K’Neal Harry, sua escolha de primeira rodada do Draft 2019.

Antes de explicarmos tudo o que aconteceu desde ontem e culminou com sua dispensa, vale lembra um fato importante. O Patriots havia oferecido sua escolha de segunda rodada para o Steelers em troca de Brown, antes da equipe de Pittsburgh trocá-lo com o Raiders.

Pensando em não reforçar seu maior rival na AFC nos últimos anos, a equipe escolheu trocá-lo com o Raiders. Isso também faria com eles se encontrassem no Sunday Night Football, fato que não irá acontecer (já explicamos).

O motivo da dispensa:

Primeiro temos que deixar claro que isso não foi algo ruim para o Raiders. Antonio Brown queria ir para o San Francisco 49ers e não para Oakland. Chegou e ao invés de se inserir na cultura da equipe, perdeu mais tempo fora de campo ofendendo ex-colegas e criando problemas, como uma acusação de agressão, posteriormente arquivada.

Ele assinou um contrato com o Raiders que lhe daria a garantia de pouco mais de U$ 29 milhões. Depois dos problemas citados acima, começou a se negar a treinar alegando que o novo capacete que estava utilizando atrapalhava suas recepções.

Existiam cerca de 50 capacetes aprovados pela NFL para a temporada 2019, contudo, Brown queria usar o modelo que não recebeu o certificado. Não treinou e abriu duas reclamações na liga refutadas de imediato.

Leia também -   Ramsey vem a público pedir novo contrato

Além disso, ele foi à França e em uma clínica entrou numa sala de terapia criogênica sem os calçados adequados. Obviamente queimou a sola dos pés, perdendo quase um mês do training camp. Após este problema, voltou a reclamar do capacete e ficou mais alguns dias sem treinar.

Preocupado com a situação e não aguentando mais ser perguntado do assunto, o gerente geral Mike Mayock o multou pela perda dos treinos. Brown foi até Mayock e os dois discutiram ferozmente na sede da equipe, na frente de muitos funcionários.

Por esta discussão e ofensas a Mayock, Brown recebeu uma nova multa, desta vez por mau comportamento. Com esta penalidade financeira, no valor de U$ 215 mil, o Raiders deixava de ter a obrigação de pagar o dinheiro garantido de seu contrato. Por uma atitude, Antonio Brown havia perdido U$ 29 milhões.

O jogador foi ao Instagram após isso e pediu para ser dispensado, pois não jogaria mais pelo Raiders sem a garantia. Na manhã de hoje o Raiders enviou uma carta a Brown, comunicando-o de que ele também não receberia mais o dinheiro de uma rescisão de contrato. A partir dali, ele receberia apenas se jogasse.

Leia também -   Eli Manning diz que pode jogar até os 40 anos

Se isso não bastasse, ele também postou o vídeo de uma conversa ao telefone com Jon Gruden, técnico do Raiders. Na conversa o treinador lhe pergunta: “O que diabos está acontecendo, cara?”. Brown responde: “Estou apenas sendo o vilão na história novamente”. Então Gruden diz: “Faça apenas o que você é pago para fazer, jogar! É tão difícil você fazer isso?”

Então Brown responde que “é difícil porque eles (Raiders) não entendem, ele não é apenas um jogador, é uma pessoa”, que “ele estava se dedicando” e que “não entendia como as pessoas não conseguiam ver o quão ele é especial na NFL”. 

Seu agente, Drew Rosenhaus, foi às mídias e noticiou que “AB” não jogaria mais pelo Raiders. Às 16 horas a equipe liberou Brown para assinar com outro time. Ele havia deixado uma história vergonhosa na Califórnia a partir daquele momento.

Mostrando total falta de preparo e, principalmente, de assessoria, Brown foi novamente às redes sociais e postou um vídeo dizendo “eu estou livre”. Pouco após a confirmação de seu acerto com o Patriots, ele postou no Instagram uma montagem com a camisa da equipe.

 

Ver essa foto no Instagram

 

LFG @tombrady #GodsPlan #RewriteStory

Uma publicação compartilhada por Boomin (@ab) em

Agora o Patriots tem a missão de “concertá-lo”. Não deu muito certo com Josh Gordon no ano passado, uma vez que ele caiu nos exames da NFL novamente. Com Brown parece ser mais fácil, uma vez que basta ele entrar em campo e, ao contrário do que fez em Oakland, jogar. Já que é isso que ele é pago para fazer.

Leia também -   Foles: "Quero liderar uma equipe"

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br.

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.