Workout de Kaepernick é uma “farsa” da NFL?

Depois de três anos buscando uma chance de voltar a jogar na NFL, Colin Kaepernick recebeu uma chance da liga. No próximo sábado, dia 16, ele receberá representantes das 32 equipes da liga para um workout em que poderá demonstrar como andam suas habilidades.

Entretanto, muitas pessoas estão questionando esta “chance” que a NFL está dando a Kaepernick, que entrou no limbo após protestar nos jogos pelos direitos de igualdade dos afro-americanos.

Eric Reid, um de seus principais partidários de protestos, desde a época que eram colegas de San Francisco 49ers questionou o real motivo deste treino aberto com o quarterback. Para ele isso é apenas um “golpe de relações públicas”. E certos pontos que Reid cita fazem muito sentido.

O primeiro ponto diz a respeito da NFL anunciar o workout alegando que algumas equipes entraram em contato com ela para contratar Kaepernick. Isso é muito estranho, uma vez que não existem casos de equipes entrando em contato com a liga para contratar um agente livre. Kaepernick não está aposentado ou vinculado com alguém, apenas continua sendo um agente livre.

Então o normal seria ele ser procurado por alguma equipe e não a NFL. Segundo Reid eles “não ligam para a liga, ligam para o atleta e isso é muito estranho”. Mas Reid não questiona apenas este fato.

O dia que foi marcado também não condiz com um workout normal, como acontece sempre. O fato é simples: no sábado todos os treinadores principais, coordenadores e gerentes gerais estarão viajando para os jogos do domingo. Sendo assim, nenhum tomador de decisão estará lá para assistir Kaepernick.

Algumas equipes através de seus treinadores ou gerentes já confirmaram que terão gente lá. Dolphins, Lions, Falcons, Buccaneers, Cowboys, Broncos e Cardinals já confirmaram seus representantes. Mas será que eles terão algum poder para pedir a contratação de Kaepernick?

Leia também -   Revanche: Steelers buscam vingar 2001 e 2004

Outro detalhe também chama a atenção. A NFL se negou a fornecer a lista de quem participará – dirigentes e treinadores das franquias – de seu workout no sábado. Muitos dirigentes importantes entraram em contato com representantes de Kaepernick para informá-lo que devido a informação ter chegado muito em cima, não poderão comparecer.

Kaepernick havia pedido para que o treino fosse em uma terça-feira, o que foi negado pela liga. Os representantes de Kaepernick ainda pediram para que fosse adiado para o sábado seguinte, dia 21. Mas a NFL se ligou a todos estes pedidos.

O trabalho está marcado, agora é esperar pela performance de Kaepernick. Está programado no total 5 horas, que começam com entrevistas, passando pelos testes físicos e chegando ao treino de passes. Muitos apontam isso como o cumprimento de um acordo feito nos tribunais, quando foi retirado processo de conluio por parte do atleta.

Quer comprar produtos originais da NFL no Brasil? Acesse www.firstdown.com.br.

Deixe seu comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.